Cidades | Duplicação da BR-135

Obra de duplicação da BR-135 avançam

Mais de 80% dos serviços já foram concluídos e a previsão é que as atividades estejam finalizadas em abril de 2017
22/09/2016
Obra de duplicação da BR-135 avançamObra de duplicação da BR-135 deverá ficar pronta em 2017 (Flora Dolores)

A obra de duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva, em São Luís, e o município de Bacabeira, finalmente está sendo intensificada, conforme informou ontem a superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Mais de 80% dos serviços já foram concluídos e a previsão é que as atividades estejam finalizadas em abril de 2017.

Na manhã de ontem, O Estado esteve no canteiro de obras e constatou o avanço dos serviços. No local máquinas e operários estão trabalhando em diversas frentes de trabalho. Por causa das atividades, o trânsito ao longo de alguns trechos da rodovia federal fica lento, exigindo mais atenção dos motoristas que passam pela via.

De acordo com o DNIT, o ritmo das obras de duplicação do trecho da rodovia federal foi intensificado, com frentes de serviço em vários trechos ao longo da pista, em especial na terraplanagem; na construção do Viaduto em Bacabeira; na execução do tabuleiro do viaduto sobre a linha férrea da Vale; no reforço do acostamento da pista esquerda (pista antiga); na montagem da grade da superestrutura da ferrovia Transnordestina.

Ainda de acordo com o órgão federal, as próximas etapas dos serviços incluem: a conclusão da concretagem do tabuleiro do viaduto sobre a linha férrea da Vale; a terraplenagem da pista da direita entre o Km 43 e o viaduto; a montagem das vigas e do muro de terra armada no viaduto de Bacabeira; a continuação dos serviços de terraplenagem e pavimentação da pista da direita entre o Km 25 e o Km 43; o desvio e interligação da ferrovia Transnordestina; a restauração da pista da esquerda (pista antiga); além de serviços de drenagem.

A obra de duplicação da BR-135 no Maranhão começou em 2012 e a previsão inicial era de que os serviços fossem concluídos em 2014, mas isso não aconteceu. Novos prazos foram estipulados, mas não foram cumpridos, da mesma forma como caíram por terra as explicações para o não cumprimento desses prazos. De acordo com o DNIT, a previsão é que as atividades estejam finalizadas em abril de 2017.

Diversos políticos e outras autoridades se manifestaram sobre a situação da BR-135 no estado, denunciando inclusive a paralisação das obras e ausência de prazo para que as atividades fossem recomeçadas.

Orçamento

O DNIT disse que a disponibilidade do orçamento financeiro do Governo Federal em 2015 impediu o avanço normal da obra, gerando atraso nos serviços. As obras foram retomadas em abril deste ano e concentradas na construção do viaduto de acesso a cidade de Rosário, no entroncamento da BR-135 com a BR-402, no município de Bacabeira.

Neste primeiro momento, o trecho que está sendo duplicado da BR-135 no Maranhão se estende do Estreito dos Mosquitos, logo na saída de São Luís (Km-25) até a cidade de Bacabeira (Km-51). Ainda este ano está prevista a conclusão da licitação para a duplicação do trecho até Miranda do Norte.

Mais

A BR-135 é considerada uma das mais perigosas do Maranhão, já que registra constantes acidentes de veículos com mortes, especialmente no Campo de Perizes. De acordo com um levantamento feito pelo DNIT, por dia circulam pelo local cerca de 17 mil veículos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte