Política | Diz Lula

“Não há ninguém público mais fiscalizado do que eu”, diz Lula

Ex-presidente afirma que se ficar provado qualquer crime contra ele, ele próprio se entregará à Polícia
16/09/2016

O ex-presidente Lula fez ontem seu primeiro pronunciamento após a apresentação da denúncia contra ele pelo Ministério Público Federal (MPF). Lula afirmou que não iria agir como ex-presidente, como um "cara perseguido" reivindicando algum favor. Ele iniciou o discurso elogiando os advogados de defesa e disse que a esposa, Marisa Letícia, não compareceu à coletiva porque os “filhos pediram para almoçar com ela”.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte