Cidades | Força

Fenômeno da maré de sizígia volta a ser observado em São Luís

Na Ponta d´Areia, frequentadores já puderam observar o fato, conhecido por sua beleza e, ao mesmo tempo, por seus danos à estrutura a beira-mar
OESTADOMA.COM16/09/2016 às 08h54
Fenômeno da maré de sizígia volta a ser observado em São LuísOndas fortes tomam conta da orla da Praia da Ponta d'Areia (Flora Dolores)

SÃO LUÍS - O fenômeno da maré de sizígia começa a partir desta sexta-feira (16) na orla de São Luís. Na Ponta d´Areia, frequentadores já puderam observar o fato, conhecido por sua beleza e, ao mesmo tempo, por seus danos à estrutura a beira-mar.

As primeiras ondas fortes começaram a ser vistas logo por volta do no início da manhã de hoje, pouco depois das 6h, quando a maré atingiu a amplitude de 6,1 metros. Ondas fortes batiam em estrutura de contenção, montada na Ponta d´Areia, e até mesmo invadiram o calçadão e trecho da Avenida dos Holandeses. Nos meses de setembro, por exemplo, as ondas chegam a uma altura de quase sete metros.

Ainda hoje, às 19h04, a maré chega a uma amplitude de 6,2 metros. No sábado, atinge um nível maior, 6,4 metros, às 7h24 e às 19h51. No domingo, sobre mais um pouco, chegando ao nível de 6,5 metros às 8h08 e às 20h32.

Maré de sizígia

As marés de sizígia são mais acentuadas porque a Lua e o Sol exercem sua atração em uma mesma linha. Nesta situação, preamar e baixa maré têm uma grande diferença em relação ao nível das águas. As marés de sizígia coincidem com a Lua cheia e nova.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte