Esporte | série b

Sampaio Corrêa vence o Ceará e encerra jejum fora de casa

O Bolivão conquistou, diante do time cearense, a primeira vitória fora de casa na Série B.
Imirante Esportes13/09/2016 às 11h50
Sampaio Corrêa vence o Ceará e encerra jejum fora de casa

FORTALEZA - Depois de 13 jogos, o Sampaio Corrêa conquistou, na noite desta terça-feira (13), a sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro Série B. Mesmo jogando contra um Ceará candidato ao acesso à Série A e tendo que lidar com a pressão da torcida adversária na Arena Castelão, a Bolívia Querida fez uma de suas melhores atuações na competição nacional e derrotou o Alvinegro Cearense por 1 a 0, resultado que mantém as esperanças do time maranhense na briga contra o rebaixamento.

Pressionado pelo Ceará nos primeiros minutos de jogo, o Sampaio Corrêa não se desesperou, ditou o ritmo aos poucos e abriu o placar aos 45 minutos, com Gustavo Marmentini, que recebeu passe em profundidade de Guilherme Lucena. No segundo tempo, o Alvinegro buscou o empate, principalmente em cruzamentos para a grande área, mas a defesa do Sampaio, liderada pelo goleiro Rodrigo Ramos, segurou o importante resultado para a equipe maranhense.

Com a vitória em Fortaleza, o Sampaio Corrêa chegou aos 20 pontos, 10 a menos que o Oeste, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O resultado fora de casa, entretanto, não tira o time maranhense da última posição da Série B. O Ceará, que não vence há oito jogos, está na sexta colocação, com 38 pontos.

Depois de duas partidas como visitante, o Sampaio Corrêa volta a jogar ao lado de sua torcida neste sábado (17), contra o CRB, que também briga pelo acesso à Série A. O duelo entre o Bolivão e o Galo da Pajuçara, que começa às 16h, terá transmissão minuto a minuto e cobertura completa do Imirante Esporte. Também neste sábado, mas às 16h30, o Ceará enfrenta o Londrina no Estádio do Café, em confronto direto pelo G4.

O jogo

Sonhando com o retorno ao G4 e empurrado pela torcida na Arena Castelão, o Ceará teve maior posse de bola nos primeiros minutos e pressionou o Sampaio Corrêa, que estava bem posicionado no campo de defesa, mas sentia dificuldades para trocar passes no ataque. Aos 14 minutos, os donos da casa tiveram a primeira oportunidade com o zagueiro Charles, que aproveitou cobrança de escanteio de Eduardo e cabeceou firme, tirando tinta da trave de Rodrigo Ramos. O Sampaio responderia aos 16: Diego Lorenzi recebeu passe de Pimentinha na grande área e bateu torto, para fora.

Depois da pressão inicial do Ceará, o Sampaio Corrêa avançou aos poucos e conseguiu equilibrar as ações na Arena Castelão. Aos 25 minutos, Felipe Menezes tentou recolocar o Ceará em situação favorável na partida, em chute forte que não levou perigo ao gol de Rodrigo Ramos. A equipe maranhense, por sua vez, teve uma grande oportunidade com Jean Carlos, aos 28, mas a finalização do atacante tricolor foi para fora.

Enquanto o Ceará encontrava dificuldades no ataque, o Sampaio Corrêa aproveitava os contragolpes e assustava os anfitriões. Aos 37 minutos, Diego Lorenzi aproveitou levantamento na grande área e chutou em cima de Éverson, que estava saindo do gol. Já aos 45, a pressão do Bolivão foi premiada: Guilherme Lucena avançou e fez o passe em profundidade para Gustavo Marmentini, que chutou forte, cruzado, sem chances para Éverson.

Defesa tricolor garante a vitória fora de casa

Vaiado pela torcida no intervalo, o Ceará tentou pressionar o Sampaio Corrêa nos primeiros minutos da etapa final, mas a defesa tricolor, sempre atenta, afastava qualquer tentativa dos donos da casa. O Alvinegro só ameaçou de verdade aos 20 minutos: após troca de passes com Wescley, Serginho invadiu a área e chutou forte, para grande defesa de Rodrigo Ramos.

Com o passar do tempo, o desespero do Ceará aumentava, enquanto o Sampaio Corrêa esbanjava tranquilidade, irritando a torcida adversária com contragolpes bem trabalhados. O maranhense Rafael Costa, última esperança do Ceará, teve duas oportunidades para empatar o jogo: aos 33, Rodrigo Ramos saiu do gol, entrou na dividida e pegou a bola, enquanto aos 42, após tabela com Bill, o atacante cearense chutou para fora. Depois disso, o Sampaio apenas segurou a bola e festejou a grande vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ: Éverson; Eduardo (Tiago Cametá), Valdo, Charles e Thallyson; Richardson, Baraka (Serginho), Felipe, Wescley e Felipe Menezes (Rafael Costa); Bill. T: Sérgio Soares

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos; Wagner, Luiz Otávio e Héverton; Guilherme Lucena (Eder Sciola), Diogo Orlando, Diego Lorenzi (Tássio), Gustavo Marmentini (Enercino) e Renan Luís; Pimentinha e Jean Carlos. T: Flávio Araújo

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte