Lixo em bairros

Lixo se acumula na Cidade Operária e no Angelim

Plásticos, móveis velhos, troncos de árvore e material descartado de construções jogados em terrenos preocupam moradores das áreas

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h46
Mesmo com o cartaz alertando contra a dengue, o lixo é jogado na via
Mesmo com o cartaz alertando contra a dengue, o lixo é jogado na via (Mesmo)

Depois que o antigo lixão que ficava nas proximidades do Viva Cidade Operária foi desativado, os moradores passaram a descartar seu lixo em outros pontos do bairro. O principal deles é a Avenida Arterial Este Interna, que fica nos fundos da Igreja de São João Calábria, na Avenida 01, do Jardim América, onde a calçada também é usada como local de descarte do lixo. A falta de consciência de alguns moradores é alvo de crítica por outros.

O lixo que começou a ser despejado no ano passado em uma área pequena de um terreno vazio, localizado em frente à praça do Viva da Cidade Operária, acabou se tornando um “lixão”, tomado por plásticos, móveis velhos, troncos de árvore e material descartado de construções. O acúmulo de lixo no espaço público preocupava os moradores, que se queixavam do mau cheiro, da poluição, além da paisagem de descaso em que transformou a área.

Em maio deste ano, a Prefeitura de São Luís fez uma grande ação de limpeza na área. Só que moradores do bairro passaram a usar outra área para fazer o descarte do lixo e agora um novo “lixão” começa a se formar no bairro, na Avenida Arterial Este Interna, que fica ao lado da Unidade de Ensino Básico Professor Mata Roma.

No local, são descartados todo tipo de lixo. Material plástico, restos de madeira, galhos de árvore, grama, móveis e eletrodomésticos velhos e até animais mortos, que acabam atraindo urubus para a região. “Eu acho um desrespeito isso que fazem aqui. A gente reclamava do outro lixão, depois de muita luta da comunidade a prefeitura limpou e agora o povo faz essa sujeira. A gente tem que fazer nossa parte também”, disse Anilma Ferreira de Souza, moradora do bairro.

Outro local da região em que o lixo tem se acumulado é a calçada da Igreja de São João Calábria, na Avenida 01, do Jardim América, bairro vizinho à Cidade Operária. Lá são colocados pequenos sacos de lixo doméstico no canto da calçada no cruzamento da Avenida 01 com a Avenida Arterial Este Interna.

Outro bairro de São Luís em que se formou um lixão é o Angelim, nas margens da Avenida Jerônimo de Albuquerque. O lixão a céu aberto fica perto de residências e os moradores se dizem incomodados, principalmente os da Rua 07. Além de estar em local impróprio, o lixão provoca diversos danos a saúde, principalmente crianças e idosos, segundo moradores da área. Os problemas seriam consequências da poeira e fumaça, do lixo orgânico e do mau cheiro.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.