Passaporte | Cadeia produtiva

TURISMO de eventos no Maranhão

As feiras agropecuárias, entre elas a Agrobalsas e a ExpoImp, são referências na região e produzem grandes oportunidades e negócios
Marcos Davi Carvalho20/06/2016
TURISMO de eventos no MaranhãoLençóis maranhenses são atração em Barreirinhas, onde acontece o Lençóis Jazz e Blues Festival (Divulgação)

Com o grande evento do esporte mundial, os Jogos Olímpicos Rio 2016, o período junino no Nordeste e o verão no Maranhão, a atenção do trade turístico está voltada em como atrair o público para conhecer, as potencialidades do nosso estado. O turismo de eventos é o segmento que mais incentiva o desenvolvimento socioeconômico de toda a cadeia produtiva e a melhoria urbana das cidades, beneficiando os turistas e a população como um todo.

No Maranhão, destacamos alguns eventos que já fazem parte do calendário anual e têm atraído um grande público para o estado. As feiras agropecuárias, entre elas a Agrobalsas e a ExpoImp, são referências na região e produzem grandes oportunidades e negócios. As micaretas em algumas cidades, entre elas o BacabalFolia e o AçaiFolia, nas cidades de Bacabal e Açailândia, respectivamente, chamam a atenção da turma jovem e descolada, de várias cidades do país e movimentam a economia local. Temos, ainda, os festejos do Divino Espírito Santo, em Alcântara, o Festejo do Glorioso São José de Ribamar e de São Sebastião – Peri-Mirim, que se destacam no cenário religioso e festivo.É importante criar novos atrativos, produtos turísticos e programações segmentadas, visando contornar os efeitos da crise mundial, gerando expectativas positivas para o ano todo e nesse aspecto, o turismo de eventos apresenta-se como a ferramenta ideal. Uma modalidade do turismo que movimenta um grande número de profissionais e o turista de eventos é motivado por interesses profissionais e une atividades de trabalho com lazer e entretenimento.

Outro evento que vem crescendo significativamente, ao longo dos anos no Maranhão, é o Festival de Jazz e Blues, que reúne um público diversificado, consumista, exigente e de todas as idades. A edição 2016 do Lençóis Jazz e Blues Festival, que acontecerá em agosto, nos dias 5, 6 e 7, na cidade de Barreirinhas, na região dos Lençóis Maranhenses e no fim de semana seguinte, dias 12 e 13, em São Luís, promete reunir os amantes da boa música e visitantes de vários lugares do Brasil e até de outros países. O evento, como sempre, será todo gratuito e, de tão importante, conta com o apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e ao Esporte.

A programação da oitava edição do Lençóis Jazz e Blues Festival, será vasta, de alto nível e contará com 17 shows, além de oficinas de música e muitas novidades. Entre elas, uma exposição de fotografias. A cantora potiguar de bossa nova e sambajazz Liz Rosa será uma das atrações nacionais. Dentre as apresentações internacionais, o saxofonista francês Baptiste Herbin, que já tocou com artistas como Dione Warwick e Charles Aznavour, pretende encantar o público com o show da turnê que está realizando na Europa, intitulado “O Brasil do Saxofone”. A expectativa é que este ano o evento conte com um público ainda maior, visto que o festival já está consolidado e se profissionaliza a cada nova edição. Jornalistas nacionais e internacionais devem cobrir o festival e levar as imagens paradisíacas dos Lençóis Maranhenses e de São Luis para todo o planeta. O festival, que é considerado um dos maiores eventos gratuitos do gênero no Brasil, faz parte de um projeto de entretenimento e responsabilidade social, composto por moradores, turistas e foi inspirado nos melhores festivais do gênero no país como o Internacional de Paraty e o de Rio das Ostras, ambos no Rio de Janeiro, e o de Guaramiranga, no Ceará. O lançamento oficial, para convidados, está previsto, para o dia 14 de julho, quando será apresentada toda a programação. O povo do Maranhão tem características diferenciadas. Entre elas a obrigatoriedade da participação de profissionais da terra nos eventos realizados pelas bandas de cá e uma contrapartida social nas localidades.

Se, por um lado, essa modalidade de turismo contribui para novas oportunidades de crescimento, por outro gera ganhos intangíveis, de amplitude jamais imaginada. Além de fomentar a inserção de novos talentos, cadeias produtivas e concepção de novos valores, eleva o fator motivacional e acende a criatividade dos maranhenses. Se pela localização geográfica e falta de maior infraestrutura, o Maranhão ainda não atrai grandes congressos e seminários nacionais, essa modalidade festiva e cultural, pode se tornar uma poderosa alternativa para viabilizar novos postos de trabalho e melhorar os números do turismo no estado.

SERVIÇO

DICAS IMPORTANTES

Verificar antecipadamente a programação e reservar um tempo maior de permanência, para conhecer todos os atrativos da região. Quem quer aproveitar e se divertir um pouco mais nos Lençóis Maranhenses, deve agendar e reservar com agentes locais os passeios. Se for de carro, chegue cedo aos locais dos eventos, para garantir vaga para estacionar. Prefira conhecer o Centro Histórico de São Luis no horário da tarde e aproveite para conhecer a Feira da Praia Grande (Mercado das Tulhas), onde você encontra bebidas típicas e afrodisíacas, raízes, farinha, camarão, peixe seco e muitos tipos de doces, além de uma boa conversa de bar. Fique até o anoitecer. Pechinche nas inúmeras lojas de artesanato que, em sua maioria, aceita cartões de crédito e débito. Converse com seu agente de viagem antes, dizendo o que pretende conhecer e quanto tempo vai ficar na cidade.

O que levar

De tudo um pouco. Roupas leves, de banho, chinelos, óculos, chapéus e protetor solar. Tênis, camisas, blusas e jeans para curtir a noite ao seu estilo.

_____________________________

NA BAGAGEM

E tem notícias no arraial
Uma novidade no São João 2016 é a Barraca da Imprensa, que está funcionando no Arraial do Ipem. Juntas, a Associação Brasileira de Jornalistas Especializados em Turismo (Abrajet) e a
Associação Maranhense de Mídia Especializada em Turismo e Cultura (Ammeturc) estão com a força toda. Quem passar pelas bandas de lá vai encontrar bebidas, comidas típicas e atendimento bem personalizado. A Bbarraca fica em frente ao Barracão do Forró, ao lado da Área Infantil, e o cliente pode assistir, com muita segurança, à toda a programação.

Já tem praia em Imperatriz
Com a balneabilidade favorável do Rio Tocantins, na cidade de Imperatriz, as Praias do Meio e Cacau recebem um público cada vez maior nos finais de semana e estão se tornando, a maior opção de lazer da região. A Defesa Civil e a Prefeitura abriram oficialmente a temporada de veraneio e criaram toda uma estrutura para melhor receber seus visitantes. Guarda-vidas, policiamento, iluminação, limpeza e pavimentação. Por lá, já existem bares e o comercial informal de bebidas e petiscos. Famílias inteiras e a juventude descolada passam o dia todo curtindo e se refrescando ao sol intenso na região.

Peruanos se encantam com São Luís
Depois da visita de operadores e jornalistas franceses, a capital maranhense recebeu a visita de um grupo de peruanos, que veio conhecer e divulgar em seu país o roteiro integrado de São Luís, Alcântara e Lençóis Maranhenses. A ação faz parte de convênio firmado entre a Prefeitura de São Luís e a Embratur, para atrair o público estrangeiro para o nosso destino. Além de conhecer os principais pontos turísticos dessas três cidades, os Peruanos participam de rodadas de negócios, onde são apresentados
de forma mais “comercial” as várias opções de pacotes e vantagens dos atrativos turístico do Maranhão. Vamos torcer por resultados positivos, em curto espaço de tempo.

Chama Olímpica em terras maranhenses
Na semana passada, o Maranhão recebeu a Chama Olímpica e foi uma viagem deslumbrante. A tocha percorreu as ruas, becos e ladeiras, com seus casarões de azulejos de São Luís e sentiu o calor humano e a brisa do mar da capital maranhense. No dia seguinte, passeou pelas lagoas cristalinas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, um dos lugares mais lindos do percurso do maior símbolo das Olimpíadas Rio 2016, e se despediu do Nordeste, no terceiro dia, na cidade de Imperatriz. De rapel e barco, a Região Tocantina, foi uma grande festa. Um roteiro de tirar o fôlego.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte