Cidades | Viaturas

Panes e acidentes com viaturas desfalcam frota

Somente ontem, houve dois acidentes com viaturas da PM; parados, esses automóveis deixam de ser utilizados pela polícia no combate ao crime
Leandro Santos / Da equipe de O Estado31/05/2016
Panes e acidentes com viaturas desfalcam frota Viatura da Polícia Militar que capotou ontem pela manhã, na BR-135 (Divulgação)

.

As recentes panes mecânicas e acidentes envolvendo as viaturas da Polícia Militar do Estado estão contribuindo para desfalcar a frota da corporação. Como consequência, os veículos deixam de ser utilizados no combate ao crime principalmente nos bairros em São Luís onde a presença deles se faz mais necessária por causa do alto índice de criminalidade. Somente ontem, dois acidentes envolvendo viaturas da PM foram registrados.

No início da manhã, uma viatura do 21º Batalhão de Polícia Militar (21º BPM) capotou nas proximidades do km 18 da BR-135, na capital maranhense, próximo à Eletronorte. Conforme apurado por O Estado, o veículo apresentou problemas em sua roda, resultando dessa forma no acidente.

Na condução da viatura estava o policial militar identificado como Osni de Moraes Bezerra. Ele foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital de Urgência e Emergência Doutor Clementino Moura (Socorrão II), localizado na Santa Efigênia. Um laudo pericial sobre o acidente deve ser divulgado nos próximos dias.

Já no fim da manhã, outro acidente com uma viatura da PM foi registrado e atendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O caso aconteceu no km 37, da BR-135, no Campo de Perizes, no município de Bacabeira.

De acordo com a PRF, por volta das 11h, o condutor da viatura se deslocava da capital maranhense com destino à cidade de Pedreiras e ao tentar uma ultrapassagem, foi "fechado" por uma van, que também havia iniciado manobra de ultrapassagem. A viatura foi projetada para o acostamento, aquaplanou em uma poça d'água, subiu no cano do Italuís e capotou em seguida.

Os quatro policiais ocupantes da viatura saíram ilesos do acidente. Uma unidade da PRF que vinha logo atrás prestou auxílio aos ocupantes da viatura da PM e deu início ao registro do boletim de acidente de trânsito.

Fogo - Outro recente caso envolvendo uma viatura da PM foi registrado no dia 20 deste mês. Na ocasião, uma viatura do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) apresentou uma pane elétrica na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Angelim, e motor do veículo pegou fogo, expelindo bastante fumaça.

A cena chamou a atenção das pessoas que passavam pelo local no momento da ocorrência e imagem foi compartilhada várias vezes pelas redes sociais. Pouco minutos depois o fogo na viatura foi contido e nenhum dos policiais que estavam no automóvel sofreu ferimento, mas o episódio contribuiu para ocasionar um longo congestionamento na avenida.

Outro caso semelhante, mas com uma gravida maior, foi registrada no dia 13 de março na Rua São Pedro no bairro da Vila Embratel. Nesse dia, uma viatura da 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM) foi totalmente consumida pelas chamas após o automóvel também apresentar uma pane no sistema elétrico. O Corpo de Bombeiros teve de ser acionado para conter as chamas e a imagem da viatura pegando fogo também foi amplamente divulgada pelas redes sociais.

Manutenção–Todos esses casos registrados com as viaturas da Polícia Militar chamam atenção para a necessidade de fazer a constante manutenção preventiva nesses veículos como determina as montadoras dessas carros. Deve-se levar em consideração o fato também de que as viaturas da PM trafegam com uma frequência maior que os veículos de passeio convencionais e muitas vezes com poucas condições de trafegabilidade como ruas sem asfalto, com buracos e outros problemas na pista.

Em virtude desses situações, componentes importantes das viaturas como amortecedores, pneus, freios e outras partes mecânicas desses automóveis se desgastam com muita facilidade, o que torna ainda mais imprescindível a realização da manutenção preventiva nesses automóveis.

De acordo com o coronel Frederico Pereira, comandante geral da Polícia Militar, as viaturas passam por revisões. “Nós temos empresas que fazem os serviços de manutenção de forma periódica”, disse.

Ele afirmou ainda que, quando acontece um determinado problema com uma viatura, o policiamento não é prejudicado. “Essas situações não comprometem, pois nós temos formas alternativas para fazer o policiamento em uma determinada área. Esse local nunca vai ficar descoberto”, frisou o comandante geral da PM.

Novos - Em janeiro deste ano, o Governo do Estado entregou novas viaturas para serem utilizadas pela Polícia Miliar.Os automóveis são equipados com sistema de transmissão e armazenamento de imagens que vai possibilitar ao policial receber informações sobre suspeitos de onde estiverem.

Elas ainda dispõem de função de rastreamento; tabletes para monitoramento das operações em tempo real; GPS e sistema de localização; câmeras internas e externas; e radiocomunicação compatível com o sistema digital da Secretaria de Segurança.

Mais

No dia 13 de abril, uma viatura da Polícia Militar (PM) modelo Pajero, pertencente ao Grupo Tático Móvel (GTM) do 21º Batalhão de Polícia Militar (21º BPM) capotou na BR-135, em São Luís. O acidente teria sido ocasionado pelo péssimo estado de conservação da via, mas apenas o laudo pericial conclusivo confirmará a causa do capotamento.

Na viatura da PM estavam três policiais militares identificados como Paulo Robson, Vasconcelos e Constantino. Um deles foi conduzindo para o Hospital Carlos Macieira enquanto que o outro foi levado para o Hospital São Domingos, mas eles não tiveram graves lesões. O outro PM que também estava na viatura não se feriu.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte