Geral | Acidente

Avião da EgyptAir enviou mensagens de falhas e fumaça momentos antes da queda

As mensagens são a primeira pista concreta do ocorrido antes da queda do Airbus A320, mas ainda não são suficientes para determinar os motivos
Conteúdo Estadão21/05/2016 às 10h14
Avião da EgyptAir enviou mensagens de falhas e fumaça momentos antes da quedaO Airbus A320 da EgyptAir caiu no Mar Mediterrâneo na quinta-feira (19). (Reuters)

O avião da companhia EgyptAir, voo MS-804, enviou uma série de mensagens automáticas momentos antes de cair, no qual indicava que o sistema de controle de voo apresentava falhas e fumaça havia sido identificada dentro da aeronave, informou o departamento de acidente aéreo da França.

Segundo o porta-voz do departamento e outras fontes próximas ao assunto, as mensagens são a primeira pista concreta do ocorrido imediatamente antes da queda do Airbus A320 no Mar Mediterrâneo, mas ainda não são suficientes para determinar os motivos. Dessa forma, o departamento reiterou a importância dos times de busca, que agora trabalham pelo terceiro dia à procura de mais destroços e das caixas-pretas.

A descoberta do envio das mensagens veio na sequência da localização dos primeiros destroços do avião e restos mortais no mar, na sexta-feira.

Ontem, a França confirmou o envio de navio com equipamentos especializados para ajudar na localização dos destroços e das caixas-pretas, que guardam informações vitais sobre as conversas entre a tripulação e o desempenho dos sistemas. Dois mergulhadores especializados também estão a bordo do navio, informou o ministro de Defesa francês.

O Airbus A320 da EgyptAir caiu no Mar Mediterrâneo na quinta-feira (19). O avião do voo 804 partiu do Aeroporto Charles de Gaulle, nas proximidades de Paris, por volta das 23h09 (horário local) rumo ao Cairo com 66 passageiros a bordo e tripulantes. A aeronave voava a 37 mil pés de altura, quando fez uma manobra brusca e desapareceu dos radares.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte