Cidades | Ônibus

Prefeito de São Luís afirma que estão tentando atrapalhar Licitação do Transporte

Projeto prevê a renovação da frota de ônibus, melhoria nos serviços prestados e oferta de mecanismos modernos de cobran­ça e controle tarifário
OESTADOMA.COM07/05/2016 às 17h37
Prefeito de São Luís afirma que estão tentando atrapalhar Licitação do Transporte Superlotação e a demora são algumas das reclamações dos usuários do transporte público da capital (De Jesus / O Estado)

SÃO LUÍS - O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), usou uma rede social para afirmar que existem tentativas de tentar barrar a Licitação do Sistema de Transporte Urbano da capital. O projeto prevê a renovação da frota de ônibus, melhoria nos serviços prestados e oferta de mecanismos modernos de cobran­ça e controle tarifário.

O gestor disse que recebeu a notícia com preocupação. "Recebo com muita preocupação notícias de que há tentativas estranhas para atrapalhar a Licitação do sistema público de transporte", publicou.

Um grupo de empresários do setor de transporte coletivo de São Luís está tentando uma ação judicial contra o projeto. O objetivo seria retardar as mudanças exigidas em edital, lançado em março pelo prefeito.

"Acredito na Justiça e esta verificará a lisura do processo, que se deu de forma transparente e honesta para beneficiar a população", completou.Para Holanda Júnior, a Licitação do Transporte resolverá "um crônico problema da nossa cidade".

Entenda o caso

Durante a elaboração do edital de licitação foram realizadas duas audiências públicas - em agosto de 2014 e janeiro deste ano - e contratação de serviços especializados de consultoria técnica. Também foi feita uma Pesquisa de Imagem e Opinião por amostra na qual foram entrevistadas 1.012 usuários do sistema de transporte. Para 30% dos entrevistados, o principal problema do sistema é o valor das tarifas. Os demais apontaram a falta de qualidade. Entre as prioridades dos usuários apontadas na pesquisa estão o conforto, a regularidade e o tempo.

Entre as diretrizes gerais do projeto estão garantir o nível de qualidade dos serviços, oferecendo veículos novos e modernos, a oferta de mecanismos modernos de cobran­ça e controle tarifário, por meio de melhorias no sistema de bilhetagem eletrônica, cujos investimentos em novas tecnologias serão responsabilidade das empresas operadoras do sistema. No edital, a Prefeitura exige que todos os ônibus ofereçam ar-condicionado.

A licitação prevê ainda que toda a frota seja adaptada para pessoas com deficiência, a inserção de veículos articulados e com maior capacidade, além de ônibus convencionais adequados à idade prevista em lei. Durante o lançamento, Edivaldo Holanda Júnior afirmou que a licitação resolverá problemas como a superlotação, a demora nas paradas e a circulação de ônibus com mais de 15 anos de uso.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte