Cidades | Desempregados

TJ rescinde contrato de trabalho com surdos

Contrato deveria durar cinco anos, mas tribunal afirmou não ter condições financeiras para mantê-lo; 24 contratados ficaram desempregados
16/04/2016

A Associação dos Surdos do Maranhão (Asma), por meio de seu presidente Maik Waldemar Oliveira, recebeu oficialmente na manhã de sexta-feira, dia 15, o documento de rescisão do contrato de prestação de serviços firmado entre a associação e o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ), deixando 24 surdos desempregados.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte