Nosso Trânsito

Aos 18 anos, Código de Trânsito Brasileiro ainda precisa de melhorias

Sem a conscientização dos condutores e ações efetivas do poder público, lei não conseguiu reduzir infrações e acidentes, apesar de terem sido criadas normas que aprimoraram a formação dos motoristas e ampliado o uso obrigatório de itens de segurança
Jock Dean/ O Estado24/01/2016

SÃO LUÍS - Em 1997, quando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) foi promulgado, o tráfego no Brasil, e em São Luís, era diferente. Para começar, a capital tinha pelo menos três vezes menos veículos que atualmente. Hoje, passados 18 anos, o trânsito mudou de forma drástica. As leis que o regem, no entanto, apesar do grande número de mudanças ao longo desse período, continuam as mesmas. E não foi só a frota que cresceu nesse período. O número de acidentes e de infrações, também. No ano da sua maioridade, o código ainda precisa resolver desafios como a educação dos motoristas e a fiscalização do trânsito.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte