Protesto

Após homicídio em escola, estudantes protestam no Bequimão

Homem foi morto com, aproximadamente, 8 tiros, no dia 22 deste mês, dentro da escola Professora Maria Helena Duarte
O Estado Online30/11/2015 às 14h38

SÃO LUÍS - Estudantes do Centro de Ensino Professora Maria Helena Duarte, no bairro do Bequimão, protestam em ruas do bairro na tarde desta segunda-feira (30). De acordo com informações dos próprios estudantes ao O Estado Online, eles pedem segurança.

No último dia 22 de novembro, um homem foi executado com, aproximadamente, oito tiros dentro da quadra do Centro de Ensino. O homem foi identificado como Miller dos Santos, 30 anos, e seria vigilante. Miller estaria jogando futebol na quadra da escola no momento do crime.

Segundo testemunhas, dois homens, que estavam em uma moto, se aproximaram da quadra e efetuaram vários disparos em direção a Miller. Ele ainda tentou correr, mas acabou morrendo no local. Antes de fugir, os homens teriam verificado, ainda, se Miller estava mesmo morto.

"Nossos muros estão todos quebrados. (...) Qualquer pessoa pode ter acesso a nossa escola", comentou uma estudante. "Quem quiser entrar, pode entrar e matar todos os alunos", acrescentou.

Segundo informações, agentes da Polícia Militar já estão no local.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte