Assaltos

Funcionários de hospital fazem protesto para cobrar segurança

Profissionais do Hospital Sarah Kubitschek, na Fé em Deus, fecharam a Avenida Luís Rocha, na manhã de hoje por causa dos assaltos na área
O Estado Online19/11/2015 às 07h41

A falta de segurança foi mais uma vez motivo de protestos em São Luís. Dessa vez, a manifestação foi realizada por funcionários do Hospital Sarah Kubitschek, na Fé em Deus. Segurando cartazes e apitos, os funcionários tentaram chamar atenção para o grande risco de assaltos no percurso de saída do hospital até a parada de ônibus localizada na Avenida Getúlio Vargas, em frente ao IFMA e Senai.

Por causa do protesto, o trânsito na Avenida Luís Rocha (Estrada da Vitória) ficou complicado, pois os manifestantes fecharam a via com o auxílio de um carro.

Está não é a primeira vez que funcionários de hospitais e unidades de saúde clamam por mais segurança. No mês passado, profissionais de saúde do Hospital Universitário Presidente Dutra (HUUFMA) também fizeram um protesto em frente à unidade, para reclamar do grande número de assaltos na Rua Barão de Itapary.

No último dia 11, um protesto ocorreu em frente ao Socorrinho, no São Francisco, também para cobrar mais segurança na área, após a morte de um vigilante na noite do dia 10.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte