Precariedade

Ônibus com 20 anos de fabricação ainda estão em circulação em SL

De acordo com uma lei municipal, os ônibus devem ter no máximo sete anos de fabricação para atender à população, e aqueles com tempo superior a esse deverão ser trocados; contudo, veículos com mais de 10 anos circulam na cidade
07/11/2015
Veículo que faz linha Tropical/São Francisco foi fabricado há 20 anos e se mantém em circulação na cidade (ônibus)

A Lei Municipal nº 3.430/96, que dispõe so­bre o transporte público de São Luís, é clara quando diz que não serão admitidos em operação veículos com mais de sete anos de fabricação. Porém, qualquer usuário de transporte coletivo da capital maranhense pode constatar, por meio de um simples aplicativo de celular, a idade desses veículos e ver que ainda há coletivos com até 20 anos de fabricação em circulação na cidade.

O aplicativo é o Sinesp Cidadão (referente ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública) e, entre diversas outras funcionalidades, permite saber a ida­de de fabricação do veículo, por meio da placa dele.

E por meio do aplicativo, na tar­de de quarta-feira, O Estado flagrou um ônibus da linha Tropical/São Francisco com 20 anos de fabricação, fazendo o transporte de passageiros.

O veículo tem placas HOO-6742, e uma consulta na base de dados do aplicativo mostra que se trata de um ônibus Ford B1618, fabricado no ano de 1995. Com base na lei municipal que trata do sistema de transporte coletivo da cidade, o ônibus, fabricado há 20 anos, já deveria ter sido trocado há 10.

O coletivo já apresenta alguns problemas. Pode-se observar a lataria amassada e a presença de um buraco no para-choque dianteiro, além dos pneus que estão gastos, situação que coloca em risco a segurança dos passageiros.

Recentemente, foram adquiridos novos ônibus para a frota da capital, com a promessa de que substituíram os mais antigos em circulação. Contudo, isso não acon­teceu, uma vez que coletivos antigos continuam rodando na capital maranhense.

Antigos
Uma parcela significativa da frota de ônibus do Sistema de Transporte Coletivo de São Luís tem mais de 10 anos de fabricação e continua transportando passageiros. Outro exemplo dessa situação, pode ser constatado por um coletivo de linha Circular 2, de placas JMX-3112, que com base na pesquisa feita pelo aplicativo, foi fabricado no ano 2000, ou seja, há 15 anos.

Situação semelhante foi observada em um ônibus que faz a linha Coheb/Sacavém. A placa do coletivo é HPE-0624 e também tem 15 anos de fabricação. Todos esses veículos foram flagrados transportando passageiros normalmen­te durante o dia na capital.

Para tentar “mascarar” a idade dos coletivos, as empresas pintam os veículos e os apresentam como se fossem novos. Contudo, os problemas mecânicos que eles apresentam são inevitáveis e constantemente quebram em diversos pontos da cidade, causando transtornos, não apenas para aquelas pessoas que dependem desse tipo de veículo, mas também para outros motoristas, que ficam presos nos engarrafamentos causados por um ônibus parado no meio da via.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informou que todos os 950 ônibus que compõem a frota de São Luís passam por vistorias regulares, quando são verificados o estado de limpeza, segurança, manutenção e outros itens. E que todas as outras ações de melhorias do serviço de transportes estão previstas na licitação, cujo processo já está em andamento.

Renovação da frota de ônibus ainda está sendo feita

A Prefeitura de São Luís se comprometeu em entregar até o fim de 2015 um total de 500 novos coletivos, que seriam utilizados para a renovação da frota, mas, faltando 56 dias para o término do ano, pouco mais de 300 foram entregues.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) afirmou que está realizando a renovação da frota de forma gradativa e que 321 ônibus novos já foram colocados à disposição dos passageiros na atual gestão.

Para cumprir o prazo estipulado, será necessário que sejam colocados em operação mais 179 novos coletivos até o fim do ano, uma média de pouco mais de três novos ônibus novos disponibilizados por dia na cidade.

A promessa de aquisição dos novos coletivos foi feita no ano passado, no fim da última greve dos rodoviários, quando o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) se comprometeu em disponibilizar 500 novos coletivos, sendo 250 até o dia 31 de janeiro.

SAIBA MAIS
Atualmente 25 empresas exploram o sistema de transporte coletivo de São Luís. São 174 linhas urbanas existentes, responsáveis por fazer o transporte de aproximadamente 750 mil passageiros diariamente entre diversos pontos da cidade.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte