Pesquisa

Estudo enfoca empatia entre humanos e robôs

Após simular situações de dor em mãos humanas e robóticas, cientistas japoneses mostram que a mesma área da compaixão no cérebro é ativada
05/11/2015

Rio de Janeiro - Observar uma faca com o lado serrilhado sobre o dedo de uma pessoa, na iminência de cortá-lo, faz a esmagadora maioria dos seres humanos virarem os olhos e fazerem uma careta involuntária de angústia. Se, no lugar da pessoa, entrar um robô, prestes a perder seu dedo, a reação continua a mesma? De acordo com um estudo publicado na terça-feira, 3, na Nature Scientific Reports, sim.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte