Coletivo

Sem segurança, rodoviários decidem por estado de greve

Categoria afirma que, se a onda de violência continuar nos próximos dias, iniciará paralisação por tempo indeterminado; somente este ano já foram registrados 356 assaltos a coletivos na Ilha
09/10/2015

Rodoviários que atuam no Sistema de Transporte Coletivo de São Luís decidiram ontem entrar em estado de greve, por causa da quantidade de assaltos e da onda de violência que tem sido registrada nos últimos dias contra motoristas, cobradores e passageiros. Isso significa dizer que, caso a violência não diminua nos próximos dias, a categoria iniciará greve geral.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte