Sem suporte

Falta alimentação em escola de tempo integral

Como os alunos passam manhã e tarde no local, devem receber quatro refeições diárias; mas já houve dias em que não havia alimentação disponível
25/09/2015

O ano letivo de 2015 no Centro Experimental de Ensino Médio Colégio Maranhense Marcelino Champagnat tem sido marcado por problemas, como contam os estudantes da unidade. A escola, que é a primeira de educação integral da rede pública estadual do Maranhão, teve as aulas suspensas nesta semana por não ter refeição para ofertar aos alunos. De acordo com os estudantes, não é a primeira vez que isso acontece. Eles também cobram mais vagas para a disciplina eletiva de robótica.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte