Invasão permanece

Justiça suspende liminar que devolveria posse de terreno no Miritiua

Com a decisão temporária, despejo das pouco mais de duas mil famílias que invadiram o terreno, ao lado da sede do Sampaio, está impedido
26/08/2015

O despejo das pouco mais de duas mil famílias de um terreno localizado no Miritiua (entre os bairros do Turu e Vila Luizão), situado ao lado do Centro de Treinamento José Carlos Macieira, do Sampaio Corrêa, foi suspenso ontem, dia 25, após anulação temporária dos efeitos de liminar de manutenção de posse, proposta pela empresa Hispamix Brasil Investimentos LTDA. A suspensão da ação de despejo teve como base uma decisão judicial expedida pela juíza de Direito de São José de Ribamar, Ticiany Gedeon Maciel Palácio.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte