Deputado estadual

Deputado mais votado do estado fica inelegível por 8 anos

Josimar de Maranhãozinho perdeu direitos políticos após acusação de compra de votos e de abuso de poder político na eleição de 2012
22/07/2015 às 16h15
Josimar de Maranhãozinho foi eleito com 99.252 votos

O deputado estadual mais votado nas últimas eleições no Maranhão perdeu direitos políticos por 8 anos. A juíza Cynara Elisa Gama Freire, da 101º Zona Eleitoral, de Governador Nunes Freire, condenou o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), que se torna inelegível até 2020.

Ele foi denunciado à Justiça Eleitoral pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) junto com o atual prefeito de Maranhãozinho, José Auricélio de Moraes Leandro, e o vice, Raimundo Tarcísio de Lima – todos são do PR. Eles são acusados de compra de votos e de abuso de poder político na eleição de 2012.

Com 99.252 votos, Josimar chegou à Assembleia Legislativa como o deputado mais votado do estado e contra sua candidatura pesa o fato de que durante investigação foi encontrado um caderno de anotações, com a relação de eleitores que seriam beneficiados com a entrega de material de construção, em troca de votos.

Os mandatos do prefeito e do vice – também inelegíveis até 2020. A tendência é que eles recorram no cargo ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão. Os dois gestores municipais ainda levaram multa de R$ 50 mil.

Josimar de Maranhãozinho é presidente do Partido Republicano no Maranhão.

Decisão da juíza Cynara Elisa Gama Freire

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte