Literatura

Escritor maranhense estreia com livro de ficção científica

Estreando na literatura, o maranhense Giordano Mochel Netto assina “Condão”, obra de ficção na qual explora o tema sobre controle da informação; livro tem 400 páginas e é um thriller quase ininterrupto de aventuras em sequência
05/07/2015

Um mundo de ficção no qual a tecnologia robótica forma o cenário principal. É essa a proposta de “Condão”, primeiro livro do maranhense Giordano Mochel Netto, embasado em suas experiências nas áreas de Direito, Ciências da Computação e Contabilidade Pública. Por meio da obra, ele transporta os leitores para uma época em que os petabytes e o direito eletrônico são a chave de uma convivência entre uma sociedade ultratecnológica, na qual o controle da informação tornou-se o meio de referência para todos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte