Buscas

Suspeitos de chacina estariam escondidos em praia

Polícia Civil recebeu denúncia e segue fazendo buscas em praias da região do Caúra, em São José de Ribamar; Assalto terminou com a morte de cinco
29/05/2015 às 17h39
Assaltantes estariam escondidos em praias da região do Caúra (Foto-Arquivo) (Caúra )

A Polícia Civil acredita que os envolvidos no assalto que terminou em chacina e morte de cinco pessoas, ocorrido na Praia de Ponta Verde, em Panaquatira, na noite do dia 23 deste mês, estejam escondidos em uma das ilhas não habitadas, localizada na Baía de São José, nas proximidades do Caúra. A polícia solicitou o mandado de prisão de todos os suspeitos desse crime a Justiça e conseguiu já conseguiu prender Joseane Aires da Costa, de 28 anos; e José Luis da Silva Araújo, de 35 anos, ambos caseiros do local onde aconteceu o crime. Foram conduzidas também para a Delegacia de Ribamar as receptadoras dos produtos roubados, Laureniede Rocha Paixão, de 31 anos; e uma adolescente de 15 anos.

O delegado Jader Alves, responsável pela investigação do crime, informou que recebeu uma informação anônima de que o grupo composto por Geandro da Silva Santos, o Piolho; Clenilson Almeida, o Bode; Natanael Almeida, Dentinho; o Coreano, que não teve nome identificado e outros mais dois suspeitos pela chacina de Panaquatira teriam fugido em uma embarcação de pequeno porte da cidade de Ribamar e estariam em uma ilha isolada, na Baía de Ribamar.

Após as informações, a polícia realizou buscas pelas ilhas. E um dos pontos vistoriados foi a Ilha de Caúra. Ainda na tarde desta sexta-feira, outros pontos foram visitados pelos policiais, mas nenhum dos suspeitos foi encontrado. “Esses outros assaltantes já sabem que a polícia está na busca deles, então, como possuem banco fugiram da cidade pelo mar, mas, é uma questão de tempo para efetuamos a prisão desses últimos criminosos”, declarou o delegado.

Jader Alves também comentou que no período da manhã de sexta-feira, 29, guarnições da Polícia Militar levaram Paulo César da Silva Martins, vulgo PC, de 35 anos, e José Ribamar Silva Saraiva, C. Rolim, de 26 anos, até a delegacia. Eles foram capturados em Juçatuba pelo por possível envolvimento nesse crime, mas não foi encontrado nenhum indício da participação deles no crime

Saiba mais – O tiroteio terminou com as mortes do soldado da Polícia Militar, Max Miller Rodrigues Carvalho, de 27 anos, o promotor de eventos Alexsandro Vieira de Carvalho, o Cachorrão, de 36 anos, a estudante Amanda Brasil Meireles, de 20 anos, e o assaltante Valbenilson Santos Lobato, o Pezão, que foi baleado pelo militar durante o confronto. Ainda em decorrência desse episódio, o bandido Jozinaldo Aires da Costa, o Nal da Panaquatira, de 27 anos, foi morto em confronto com a polícia na Vila Alcione, em São José de Ribamar.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte