Ônibus

Rodoviários cobram ações da Polícia Militar

Após 162 assaltos de janeiro a abril e quatro na manhã de ontem, PM afirma que reforçará policiamento
08/05/2015
Assaltos a ônibus acontecem na maioria das vezes à noite, mas ações têm ocorrido também durante o dia/Douglas Júnior (assaltos a onibus)

Os assaltos a ônibus em São Luís voltaram a ser registrados com grande frequência, assustando motoristas, cobradores e usuários de transporte coletivo da cidade. Somente nas primeiras horas de ontem, três ações criminosas foram registradas: na zona rural, no Anel Viário e na Praça Deodoro, no centro da capital maranhense. Mais tarde, outro coletivo foi assaltado no Parque Vitória. Para buscar estratégias para tentar reduzir a quantidade de ocorrências, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (Sttrema) e da Polícia Militar (PM) se reuniram no Comando Geral da PM (Calhau). No encontro, ficou decidido que será reforçado o policiamento em pontos estratégicos da cidade. Os rodoviários esperam que tais ações tenham o efeito esperado e devolvam o clima de tranquilidade ao sistema de transporte da cidade.

Durante a reunião, os rodoviários apresentaram um relatório que mostra a quantidade de assaltos registrados este ano na capital. Conforme os dados apresentados pelo sindicato que representa a categoria, de janeiro a abril deste ano ocorreram 162 assaltos a coletivos na cidade. Esse quantitativo ainda pode ser maior, se forem levados em consideração os assaltos que não são registrados em Boletins de Ocorrência.

Diante dessa situação, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (Sttrema), Isaías Castelo Branco, voltou a cobrar ações da Polícia Militar para diminuir a quantidade de ocorrências. "Eles prometeram que haverá reforço no policiamento. Vamos aguardar para depois avaliarmos o resultado dessas operações", disse o líder sindicalista.

Ações - O responsável pelo Comando de Policiamento Metropolitano da Área I (CPAM I), coronel Pedro Ribeiro, afirmou durante a reunião que ainda na noite de ontem o reforço no policiamento se daria com intensificação da Operação Catraca (que será desenvolvida de forma móvel e não em pontos fixos, como era feita anteriormente) e também das ações nos corredores de segurança feitas pela Tropa de Choque e pela Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam).

Além disso, o Serviço de Inteligência (SI) da Polícia Militar será colocado de maneira mais atuante para identificar os responsáveis pelos assaltos a ônibus e evitar que novas ocorrências sejam registradas. "Nós também vamos redimensionar o policiamento e trabalhar com os batalhões de polícia de maneira integrada, um dando suporte para o outro, para reduzir a quantidade de assaltos", disse o coronel

Medo - A insegurança no sistema de transporte coletivo de São Luís preocupa não apenas os rodoviários, mas também os passageiros, igualmente vítimas da criminalidade. A morte do estudante Rondinelle Ferreira da Costa Nascimento, em um assalto dentro de um ônibus na última segunda-feira, é o triste retrato da violência a que os usuários de transporte público na capital maranhense estão expostos. O autor do crime ainda está sendo procurado pela polícia.

O crime aconteceu dentro de um ônibus da Empresa 1001, de placas NWS-9098, que fazia linha Habitacional Turu, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades da Maternidade Marly Sarney. A vítima e o criminoso tinham entrado no coletivo no Terminal da Integração da Cohab e quando o ônibus estava circulando próximo à maternidade, o assaltante aproveitou para abordar a vítima e com uma arma de fogo exigiu seu celular. O estudante, ao reagir ao assalto, foi alvejado e o bandido pegou o aparelho, fugindo em seguida.

Antes, os assaltos a ônibus aconteciam principalmente à noite. Contudo, com a crescente audácia dos criminosos e a ausência de ações enérgicas dos órgãos que compõe o sistema de segurança para reverter essa situação, tais ocorrências são registradas a qualquer hora. Avenidas como Getúlio Vargas, Daniel de La Touche, dos Portugueses, dos Franceses e ainda na BR-135 são os principais pontos na capital maranhense onde são registradas as ocorrências.

SOBRE A REUNIÃO

A reunião, realizada no Comando Geral da PM (Calhau), teve a presença de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (Sttrema) e comandantes dos batalhões de Polícia Militar da Região Metropolitana de São Luís. O encontro durou pouco mais de uma hora.

ASSALTOS A ÔNIBUS
162
assaltos a ônibus registrados de janeiro à abril em São Luís
43 em janeiro
29 em fevereiro
38 em março
52 em abril

Fonte: Sttrema

Vamos redimensionar o policiamento e trabalhar com os batalhões de polícia de maneira integrada, um dando suporte para o outro, para reduzir a quantidade de assaltos”Coronel Pedro Ribeiro, responsável pelo Comando de Policiamento Metropolitano da Área I

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte