Copa do Brasil

Jogo contra o Moto será “chance de ouro” para atletas da Ponte

Macaca enfrenta o Papão nesta quinta-feira, no estádio Castelão, pela Copa do Brasil com time alternativo e briga por espaço motivará equipe
Eduardo Lindoso / O Estado 07/05/2015 às 17h23

Por mais que alguns acreditem que o fato de a Ponte Preta jogar com o time reserva nesta quinta-feira contra o Moto facilitará a vida do rubro-negro na briga por uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil a tarefa não será das mais fáceis. Isso porque alguns jogadores que terão oportunidade neste confronto estão disputando uma vaga no time titular e usarão a chance para convencer o técnico Guto Ferreira, que não veio a São Luís, que podem ser mais úteis ao elenco. Um destes é o volante Juninho, que foi destaque da equipe na temporada passada e busca espaço novamente. Moto e Ponte Preta se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h30, no estádio Castelão.

Em entrevista ao site do clube de Campinas, o atleta falou sobre a importância de aproveitar a chance dada pelo técnico interino Alexandre Faganello (auxiliar de Guto Ferreira). “Temos que estar preparados. Acho que temos um jogo super difícil, em um campo grande e pesado. Descanso nessas horas faz parte também do trabalho. Mas é importante para o jogador sempre estar aparecendo dentro de campo”, disse.

Ele, que vinha atuando como lateral, comemorou o fato de poder voltar a jogar no meio de campo: “É especial voltar a jogar no meio de campo, porque volante é a minha posição de origem. Mas acho que, como já disse, independentemente da posição estou aqui para ajudar o grupo. Onde o professor optar por mim, vou dar o meu melhor”

Quem também terá sua chance é o jovem meia Leandrinho, que tem 16 anos, e recentemente se destacou pela Seleção Brasileira Sub-17. E, mesmo em São Paulo, o técnico Guto Ferreira falou sobre a experiência com estes jogadores: “Se não for com o pensamento de vitória, não serve para jogar na Ponte Preta. E se eu não trabalhar com esse pensamento eu não sirvo para dirigir o time. Volto a falar: a Ponte Preta tem que pensar sempre em estar vencendo. Se vai conseguir é outra situação. Mas temos que ter dentro da gente o espírito de estar vencendo”, disse em entrevista ao site da Ponte.

O Moto Clube enfrenta a Ponte Preta pela segunda fase da Copa do Brasil nesta quinta-feira (07) às 19h30 no Castelão. O segundo jogo, caso seja necessário, está marcado para o próximo dia 14 de maio às 19h30 no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Para forçar um segundo confronto, os donos da casa precisam vencer ou perder por apenas um gol de diferença.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte