curso

Inscrições abertas para laboratório de escrita em longa-metragem

Até quinta-feira (30), interessados de todo o nordeste podem se inscrever para o Laboratório de Audiovisual da Escola Porto Iracema das Artes, no Ceará; curso será ministrado pelos cineastas Karim Ainouz, Marcelo Gomes e Sérgio Machado
27/04/2015 às 12h17

Estão abertas, até quinta-feira (30) para todo o Nordeste, as inscrições do Laboratório de Audiovisual - Cinema, do Porto Iracema das Artes - Escola de Formação e Criação do Ceará, que dará a oportunidade para que seis projetos de longa-metragem (quatro do Ceará e dois dos outros estados do Nordeste) sejam acompanhados e orientados por diretores com trajetória consolidada. A terceira edição do LabCinema continuará com a orientação dos cineastas Karim Aïnouz (Praia do Futuro / O Céu de Suely / Madame Satã), Marcelo Gomes (O Homem das Multidões / Viajo porque preciso, Volto porque te amo) e Sérgio Machado ( Cidade Baixa / Abril Despedaçado - roteirista) que desde 2013 coordenam o Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema das Artes – CENA.15.

O Laboratório de Audiovisual - Cinema terá a duração de sete meses, de junho a dezembro de 2015. Os alunos receberão orientação dos três diretores, que conduzirão a qualificação dos projetos, por meio de consultorias individuais. Além disso, outros profissionais do mercado cinematográfico irão a Fortaleza dar oficinas, palestras, workshops e outras atividades, contribuindo para o processo de formação na escrita e técnica da linguagem audiovisual dos alunos, que estarão ainda em conexão com as demais linguagens e cursos da Escola Porto Iracema das Artes. As inscrições são gratuitas, somente via internet, no endereço eletrônico da Escola (www.portoiracemadasartes.org.br).

Para os quatro projetos que serão selecionados do Ceará, haverá a concessão de uma bolsa mensal no valor de RS 800,00 durante o período dos sete meses do projeto para cada um dos dois integrantes de cada projeto (um diretor e um roteirista). Para os dois projetos de Residência, oriundos dos demais estados do Nordeste, haverá a concessão de uma Bolsa Residência mensal no valor de R$ 1.800,00, a um integrante de cada projeto (um roteirista).

“A ideia é construirmos um processo de formação que seja referência no país. Este ano, realizaremos a primeira edição de Residência em Audiovisual, com uma seleção aberta para o Nordeste. Entendemos que é uma contribuição para fortalecer o campo audiovisual da região, desenvolvendo intercâmbios e trocando experiências” - afirma Elisabete Jaguaribe, diretora do Porto Iracema das Artes. Para a diretora, o programa de formação audiovisual do Porto Iracema dialoga com as políticas de regionalização da Ancine. “Nestes dois anos de laboratório, já desenvolvemos 10 projetos de séries de TV e longas-metragens”, disse.

O objetivo desta terceira edição do Laboratório de Audiovisual é desenvolver roteiros para longa-metragem, em qualquer gênero (ficção, documentário, animação e experimental), abordando aspectos de escrita cinematográfica: estrutura dramática, trama e subtrama, criação de personagens e formatação de roteiro. Além de ampliar as habilidades narrativas, o laboratório visa contribuir para a atuação profissional no mercado cinematográfico.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte