Eleições 2022

MP Eleitoral opina pela aprovação das contas da campanha de Lula

Nenhuma irregularidade foi identificada pelos técnicos da instituição.

MPF Ascom

- Atualizada em 04/12/2022 às 17h50
Decisão do MPF deixa presidente mais perto da diplomação que deve acontecer em meados de dezembro
Decisão do MPF deixa presidente mais perto da diplomação que deve acontecer em meados de dezembro (Ricardo Stuckert)

BRASÍLIA - O vice-procurador-geral Eleitoral, Paulo Gonet, opinou pela aprovação das contas de campanha apresentadas pelo candidato eleito, Luiz Inácio Lula da Siva, e seu vice, Geraldo Alckmin. Os dois foram eleitos para os cargos de presidente da República e vice-presidente, respectivamente, pela coligação Brasil da Esperança, nas Eleições 2022.

No parecer, enviado neste sábado (3), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o vice-PGE destaca que foram apresentados todos os documentos comprobatórios a respeito das irregularidades apontadas inicialmente pela Assessoria de Exame de Contas Eleitorais Partidárias do TSE (Asepa/TSE).

Na manifestação, Gonet apresenta três pontos que foram objeto de questionamentos ao prestador de contas. Segundo o vice-PGE, em todas elas a coligação apresentou novas informações ou retificou os dados apresentados. Sendo assim, Gonet opina pela aprovação das contas por não haver irregularidade a ser sanada.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.