No Cruzeiro do Anil

Duas pessoas são presas por tráfico de drogas em São Luís; oficina mecânica servia de fachada

Local foi monitorado pelos investigadores da Senarc que constataram a veracidade das informações apontadas em denúncia anônima.

Imirante.com, com informações da PC-MA

- Atualizada em 23/11/2022 às 14h49
Equipamento apreendido durante a ação policial.
Equipamento apreendido durante a ação policial. (Foto: Divulgação / PC-MA)

SÃO LUÍS – Um homem, de 39 anos, e uma mulher, de 33, foram presos suspeitos dos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, nessa terça-feira (22), no bairro Cruzeiro do Anil, em São Luís. De acordo com a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), o local onde a comercialização da droga ocorria era em uma oficina de motocicletas que servia de fachada para a prática criminosa.

Leia também:

Falso mototaxista condenado por tráfico de drogas é preso no Cohafuma, em São Luís

Três pessoas da mesma família são presas suspeitas de esquema de tráfico de drogas em Imperatriz

Os investigadores da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) chegaram até os suspeitos após uma denúncia, por meio do WhatsApp, informando que na oficina, situada na rua do Piquizeiro, no Cruzeiro do Anil, havia uma intensa movimentação de tráfico de entorpecentes. O local foi monitorado pelos investigadores que constataram a veracidade das informações apontadas na denúncia.

Ao entrarem na oficina onde funcionava o ponto de venda de drogas, os policiais civis surpreenderam um usuário comprando drogas do homem, de 39 anos, e localizou, armazenado no local, duas grandes porções de cocaína prensada, além de uma prensa hidráulica.

Ainda segundo a polícia, na residência do investigado que fica em frente a oficina, os policiais ainda encontraram outra porção de cocaína, crack e duas balanças de precisão. No momento da ação policial, a mulher, de 33 anos, estava no imóvel e também foi presa pela polícia.

Segundo a superintendência especializada, o homem possui passagem pelo crime de roubo. Os autuados foram encaminhados à Central de Inquéritos e Custódia onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.