1º QUADRIMESTRE

Mais de 9 mil empregos com carteira assinada são criados no Maranhão

Grande destaque foi o setor de Serviços, que gerou 8.678 postos formais de trabalho no estado.

Imirante.com

Das 9.082 vagas criadas no estado, 5.222 foram ocupadas por profissionais mulheres e 3.860 por homens
Das 9.082 vagas criadas no estado, 5.222 foram ocupadas por profissionais mulheres e 3.860 por homens (Divulgação)

SÃO LUÍS - No primeiro quadrimestre deste ano foram criados 9.082 empregos com carteira assinada no Maranhão, de acordo com dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados nesta segunda-feira (6), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. Somente no mês de abril foram 3.395 postos de trabalho gerados. 

O grande destaque nesse primeiro quadrimestre foi o setor de Serviços, que gerou 8.678 postos formais de trabalho no estado, seguido da Indústria, que criou 1.788 vagas. O Comércio contribuiu com a abertura de 760 postos e a Agropecuária com 573. O único desempenho negativo foi na Construção Civil, que registrou a eliminação de 2.700 vagas, de janeiro a abril deste ano. 

Das 9.082 vagas criadas no estado, 5.222 foram ocupadas por profissionais mulheres e 3.860 por homens. Por grau de instrução, a maioria das vagas, ou seja, 7.278, foi ocupada por trabalhadores com ensino médio. 

Brasil

Em todo o país, segundo os dados do Novo Caged, no primeiro quadrimestre houve saldo positivo do emprego com carteira assinada correspondente a 770.593 mil novas vagas. Em 12 meses foram criadas 2.6 milhões de 

O setor de Serviços foi o grande destaque do mês de abril deste ano, com a geração de mais de 117 mil novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (39.610). Destaque também para administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (35.035). Também para alojamento e alimentação (19.416).

O segundo maior crescimento do emprego formal ocorreu no setor de comércio, com saldo de 29.261 mil novos postos de trabalho formais. O setor de indústria teve um saldo no mês de abril de 26.378 mil novas vagas formais de trabalho. A construção apresentou 25.341 novas vagas de emprego.

Regiões

Todas as 27 Unidades da Federação registraram saldo positivo na geração de empregos, com destaque para a região Sudeste. Os estados que mais abriram postos de trabalho foram: São Paulo (53.818 postos); Rio de Janeiro (22.403); e Minas Gerais (20.059). 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.