Encontro de tática

Petista, após decisão a favor de Brandão, critica postura do PT do MA

Paulo Romão, petista histórico, tentava ser candidato a senador pelo partido, mas não conseguiu avançar na tese no encontro de tática da sigla; diante da derrota, ele diz que partido preferiu se manter "pequeno".

Carla Lima/Ipolítica

SÃO LUÍS - O encontro de tática da direção estadual do PT do Maranhão, ocorrido neste fim de semana, ainda repercute. Nas redes sociais, o sociólogo Paulo Romão - que não conseguiu sustentar a tese de candidatura petista para o Senado - criticou a decisão da legenda considerando que a sigla se mantém pequena.

Paulo Romão desde 2021 vinha tentando ser candidato ao Senado pelo PT. No entanto, a relação da direção estadual com o então governador Flávio Dino (PSB) sempre deixou esta possibilidade muito distante para o sociólogo.

Por mais uma uma ocasião, Romão usou o discurso da antiguidade (ele tem mais de 20 anos no PT) para dizer ter o direito de disputar internamente a possibilidade de ser candidato a senador.

Ele até tentou no encontro de tática eleitoral, que aconteceu neste fim de semana. Entretanto, com maioria absoluta na direção estadual a favor da tese de aliança com o PSB e candidato ao Senado vindo dos quadros socialistas, Paulo Romão não conseguiu avançar nas suas pretensões.

 

Paulo Romão usou as redes sociais para criticar o PT do Maranhão
Paulo Romão usou as redes sociais para criticar o PT do Maranhão

 

Após o resultado do encontro de tática - que optou pela aliança com o PSB a favor de Carlos Brandão e Flávio Dino e a indicação de Felipe Camarão para ser candidato a vice do governador - Romão usou as redes sociais para criticar seus correligionários.

“O PT do Maranhão decidiu permanecer pequeno. O PT do Maranhão decidiu seguir ajoelhado. As imagens da barbárie governista sequestrando a democracia partidária rodam o mundo. A tal ”unidade" foi produzida na porrada e com cargos públicos, não admitiu divergências", escreveu Romão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.