Homicídio

Homem é morto após discussão em bar, no Coroado, em São Luís

Vítima foi identificada como Diefferson Colins dos Santos, de 32 anos.

Imirante.com

- Atualizada em 29/05/2022 às 10h29
Tiros atingiram a cabeça e tórax da vítima.
Tiros atingiram a cabeça e tórax da vítima. (Divulgação)

SÃO LUÍS - Um homem, identificado como Diefferson Colins dos Santos, de 32 anos, foi morto com três tiros, na madrugada deste domingo (29), na avenida dos Africanos, altura do bairro Coroado, em São Luís. O crime aconteceu após um desentendimento durante uma festa em um bar.

Leia também:

Jovem é morto a tiros em avenida do bairro Maiobão, na Grande São Luís

Jovem é encontrado morto amarrado dentro de um tanque em uma casa abandonada em SJR

Empresário é morto na porta de sua residência, no município de Barra do Corda

A Polícia Militar (PM) informou que foi acionada por volta das 3h40, via ligação anônima, por uma testemunha que afirmou ter ouvido disparos de arma de fogo e, em seguida, avistado o corpo de um homem estendido sob o chão já sem vida. 

Ao chegarem no local indicado, os militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) confirmaram os fatos e encontraram a vítima sob o solo com marcas de tiros, sendo um na cabeça e dois na região do tórax. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada pelos policiais e confirmaram o óbito de Diefferson Carlos.

Segundo testemunhas, a vítima teria tido um desentendimento com outros homens no interior de um bar. Quando Diefferson deixou o estabelecimento, foi alvejado com tiros pelos dois suspeitos que ainda não foram identificados. Ainda de acordo com as testemunhas, a dupla fugiu do local utilizando uma motocicleta, cor vermelha.

Logo que a polícia foi acionada, rondas foram iniciadas na região com o intuito de localizar os suspeitos da prática do crime.

O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, após o Instituto de Criminalística (Icrim) ter feito trabalho de perícia no local. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), por meio da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP).

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.