Resposta

Deputada comenta prisão de empresário que assassinou esposa

Daniella destacou acao da polícia e lamentou números de feminicídio no Maranhão, entre os anos de 2020 e 2022.

Ronaldo Rocha / Ipolítica

- Atualizada em 03/05/2022 às 17h12
Daniella comentou o caso em seu perfil em rede social
Daniella comentou o caso em seu perfil em rede social (Divulgação)

SÃO LUÍS - A deputada estadual Daniella (PSB) comentou a prisão do empresário Rony Veras Nogueira, de 41 anos de idade, suspeito de ter assassinado a tiros a esposa, Ianca Vale do Amaral, no município de Dom Pedro.

A prisão ocorreu na noite desta segunda-feira na zona rural de Vargem Grande, situada a 172km de São Luís. 

“Feminicidas não passarão!. Autoridades policiais prenderam o 'suspeito' do crime bárbaro contra Ianca Amaral. Pode ter o dinheiro que tiver, o responsável por essa atrocidade tem que pagar com os rigores da lei”, escreveu em seu perfil em rede social.

A parlamentar, que já havia cobrado informações sobre o caso, também comentou os número de violência contra a mulher no estado.

“Estão aqui os números de casos de feminicídios no Maranhão: 2020, 2021 e 2022 (até agora). Tirem aí as conclusões de vocês. Em 2020, 65 casos; em 2021, 56 casos e em 2022, 19 casos. Mulheres ainda estão morrendo apenas pela condição de gênero”, finalizou.

Entenda o caso

Rony Veras Nogueira é apontado pela polícia como assassino de Ianca Amaral. O crime ocorreu na noite de sábado (30), na residência do casal, situada na Avenida Gonçalves Dias, Centro de Dom Pedro.

Depois do homicídio o suspeito permaneceu trancado em um dos cômodos da casa, e logo em seguida conseguiu escapar dos policiais, que aguardavam reforço. 

Ianca foi atingida por tiros na cabeça, no braço e no tórax.

Rony Veras é dono de um posto de combustível e de uma churrascaria na região de Dom Pedro. Ele havia casado com Ianca Amaral em 2021. Eles têm uma filha, de pouco mais de 1 ano de idade. 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.