Assassinato

Homem é morto a facada pela própria esposa, no Ipase de Cima

A vítima foi golpeada no pescoço e, segundo a polícia, a acusada teria encontrado no celular do marido mensagens dele com uma outra mulher.

Imirante.com

- Atualizada em 04/04/2022 às 17h51
A vítima foi morta a golpe de faca no pescoço.
A vítima foi morta a golpe de faca no pescoço. (Faca)

SÃO LUÍS -  Um homem, identificado como Fábio Henrique Meireles, de 52 anos, foi morto com um golpe de faca no pescoço, que de acordo com a polícia, foi desferido pela própria companheira, Ivone Meireles, de 63 anos. O crime aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira (4), no bairro Ipase de Cima, em São Luís.

Leia também em: 

Duplo homicídio ocorre no bairro Ipase de Baixo, na capital

Líder de uma facção criminosa é preso acusado de homicídio na capital

A polícia informou que a acusada teve acesso ao celular do marido. Neste aparelho, encontrou mensagens entre a vítima e uma outra mulher, nome não revelado. Ivone acabou discutindo com o companheiro. 

No decorrer da briga, ela acabou desferindo uma facada no pescoço de Fábio Henrique. Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e constataram o óbito.

Os militares isolaram a área do crime até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística (Icrim). O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, e o caso é investigado pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP). 

Outra versão

No período da tarde, os policiais civis prenderam a suspeita em um motel, no bairro do Angelim. Ela disse para a polícia que Fábio Henrique era usuário de droga e queria dinheiro para comprar entorpecente. Eles chegaram a discutir. No decorrer da briga, ela acabou desferindo o golpe de faca e ao presenciar a vítima ensanguentada fugiu do local. 


 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.