Em São Luís

Polícia Federal prende suspeito de compartilhar pornografia infantil pela Internet

Segundo a PF, o homem também praticou abusos contra crianças de seu convívio, na região da Cidade Operária.

Divulgação/Polícia Federal

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h09
A ação faz parte da “Operação Nêmesis – Flashback”, continuação da “Operação Nêmesis”, de âmbito nacional, referente ao alvo localizado na cidade de São Luís.
A ação faz parte da “Operação Nêmesis – Flashback”, continuação da “Operação Nêmesis”, de âmbito nacional, referente ao alvo localizado na cidade de São Luís. ( Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Na manhã desta sexta-feira (7), a Polícia Federal deu cumprimento a um mandado de Prisão Preventiva contra um homem investigado pelo crime de compartilhamento de pornografia infantil pela Internet.

A ação faz parte da “Operação Nêmesis – Flashback”, continuação da “Operação Nêmesis”, de âmbito nacional, referente ao alvo localizado na cidade de São Luís.

Na primeira fase, foram realizadas buscas no endereço do investigado, o que permitiu a obtenção de dados que indicam que o indivíduo, além de compartilhar material pornográfico infantil pela Internet, também praticou abusos contra crianças de seu convívio, na região da Cidade Operária. Após representação da Autoridade Policial, o Juízo da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Luís decretou sua prisão preventiva.

O investigado foi encaminhado para o Presídio de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça. O mesmo foi indiciado pela prática dos crimes de compartilhamento e armazenamento de material pornográfico infantil (241-A e 241-B da Lei nº 8.069/90 - ECA) e por praticar ato libidinoso contra menor de 14 anos (art. 217-A do Código Penal).

O nome da Operação (Flashback) faz referência a um dos nomes de usuários utilizados pelo investigado em algumas de suas contas, além de um retorno a Operação anterior.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.