Abastecimento

Sistema Cantareira continua em queda e registra 8% da capacidade

Há um ano, o volume armazenado era 42,3%.

Fernanda Cruz/Agência Brasil

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h50
(Foto: Patricia Stavis)

SÃO PAULO - O nível nos reservatórios do Sistema Cantareira continua em queda e registrou hoje (22) 8% da sua capacidade total de armazenamento, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Há um ano, o volume armazenado era 42,3%.

Esta é a maior crise hídrica da história de São Paulo, intensificada pela escassez de chuvas. Nas nascentes do Cantareira, foram registrados 40 milímetros de chuva acumulada este mês, enquanto a média histórica para setembro é 91 milímetros. Desde maio, o sistema depende da sua reserva técnica, que acrescentou 182,5 bilhões de litros de água, o equivalente a 18,5%, sobre o volume total do sistema, que é de 982,07 bilhões de litros.

Para contornar o problema, o governo paulista está, gradativamente, reduzindo a dependência do Sistema Cantareira em relação a outros mananciais. Além disso, a Sabesp começou, em fevereiro, um programa de incentivo à economia de água. São concedidos bônus de 30% no valor da conta de água dos clientes que reduzirem o consumo em 20%.

No último mês, 76% dos moradores da grande São Paulo diminuíram o consumo de água em relação à meta estabelecida. A adesão da população gerou economia de 3.900 litros de água por segundo. No mês, foram economizados mais de 10 bilhões de litros de água.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.