Afrodescendentes

Feira de Cultura Afro-Brasileira ocorre nesta quinta

Imirante com informações da Seir

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h04

SÃO LUÍS – A I Feira de Cultura Afro-Brasileira do Maranhão será lançada nesta quinta-feira (29). A Feira terá como tema “Cultura, cidadania, educação e economia criativa”. O lançamento ocorrerá às 17h, no auditório da Associação Comercial do Maranhão, localizado na Praça Benedito Leite, Centro de São Luís.

A atividade será iniciada com apresentação do projeto da feira, destacando seus objetivos e plano de ação. Em seguida serão apresentadas as propostas de logomarca do evento para que os convidados e parceiros participem da escolha da identidade visual da feira.

Haverá, ainda, a palestra “Desenvolvimento e empreendedorismo negro: desafios e perspectivas”, que será proferida pelo consultor do Sebrae Nacional, João Carlos Nogueira, atual coordenador executivo do Projeto Brasil Afro Empreendedor. A noite será encerrada com apresentação cultural de grupos de Tambor de Crioula.

Feira de Cultura Afro-Brasileira

Será relidada, também, a Feira de Cultura Afro-Brasileira no Maranhão. A feira ocorrerá nos dias 31 de novembro e 1º de dezembro, no Ceprama, na Rua de São Pantaleão, Centro de São Luís.

Com o objetivo de fomentar o empreendedorismo étnico no Maranhão, será promovido o diálogo e a interação entre artistas, artesãos e empreendedores afrodescendentes por meio da feira.

Além da exposição de produtos a feira realizará cursos, wokshops, exibição de vídeos, apresentações culturais e desfile de moda.

Participação

Poderão participar empreendedores ou empreendimentos (associação, cooperativa e grupo informal) que sejam afrodescendentes, na faixa etária entre 16 e 60 anos, que tenham produtos e serviços que identifiquem e valorizem a cultura afro-brasileira, e que atendam aos referenciais de qualidade, utilidade e design.

Podem participar empreendedores que atuam nos ramos de agricultura familiar e extrativismo; alimentação e bebidas (gastronomia típica); artistas de todas as linguagens artísticas; artesanato; cerâmica; comércio em geral; consultoria; cosmético e beleza, cabeleireiros (as); construção em geral; entidades governamentais e públicas; hotelaria; calçados e vestuários; imprensa; mobiliário, decoração; publicidade, marketing e gráfica; segurança e serviços; setor de tecnologia de informação e telecomunicação; e trancistas e trançadeiras.

A ficha de inscrição deverá ser encaminhada ao Comitê Gestor da feira até o dia 15 de novembro para avaliação e seleção. O Documento Orientador da I Feira de Cultura Afro-Brasileira do Maranhão e a Ficha de Inscrição podem ser solicitados pelo telefone (98) 2108 9124 e pelo e-mail secigualdaderacial@yahoo.com.br.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.