Robô vai desvendar mistério do Antigo Egito

GloboNews.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h30

RIO - Pesquisadores da National Geographic Society vão usar um robô semelhante aos empregados para buscar sobreviventes no World Trade Center para desvendar um mistério do Antigo Egito ao vivo, pela TV. Em um programa que vai ao ar na segunda-feira à noite nos Estados Unidos, pelo canal Fox, os arqueólogos vão tentar descobrir o que há por trás de uma parede de pedra que pode ter sido usada para selar tesouros na Grande Pirâmide de Gizé.

O acesso à parede são túneis de 20 centímetros da altura e largura, que dão no ambiente conhecido como 'câmara da rainha', onde os pesquisadores montaram seu posto de trabalho. É por esse buraco que os arqueólogos pretendem introduzir o robô, adaptado para a tarefa. Segundo um comunicado divulgado no site da National Geographic, os especialistas acreditam que, depois de chegar ao fim de um dos túneis, o robô possa espreitar o que há do outro lado da parede.

No mesmo programa, também se pretende abrir, ao vivo, o mais antigo sarcófago completo encontrado por arqueólogos modernos. O sarcófago, de 4 mil anos, guarda o corpo de um homem comum, que se acredita que tenha sido um administrador da vila em que moravam os homens que construíram as pirâmides.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.