Um "air bag" pode deter um asteróide?

CNN

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h31

Alguns cientistas já sugeriram bombas nucleares como forma de impedir que um grande cometa ou asteróide em rota de colisão com a Terra se choque com o nosso planeta. Mas um pesquisador apresenta, agora, uma solução bem mais inventiva: um "air bag" gigante.

Erik Asphaug, da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, sustenta que uma detonação atômica pouco conseguiria deter alguns tipos de asteróides, que absorveriam a energia sem mudar seu curso.

As simulações feitas por Asphaug em seu computador indicam que tal explosão poderia dividir um asteróide ou um cometa a caminho da Terra, dando origem a uma chuva de fragmentos que, todavia, continuariam seguindo na mesma direção.

Neste cenário, surge Hermann Burchard, da Universidade do Estado de Oklahoma, em Stillwater, sugerindo que um "air bag" gigante poderia dar conta dos fragmentos, os quais ele chama de "saco de feijões".

Burchard, que é matemático, propõe que uma nave espacial se aproximaria do objeto e inflaria um "air bag" com vários quilômetros de largura, usando uma reação química para a fabricação do gás.

A nave, então, empurraria o "air bag" contra o asteróide ou cometa, distribuindo a pressão de modo a cutucar ou afastar o objeto sem fragmentá-lo, segundo Burchard.

"Parece uma idéia simples, segura e realista", declarou o pesquisador à revista britânica New Scientist.

Mas, o que será que pensam outros cientistas?

Indagado, por e-mail, sobre a idéia de Burchard, Louis Friedman, diretor da Sociedade Planetária, primeiramente respondeu apenas com um símbolo: uma carinha sorridente. Posteriormente, explicou-se.

"Parece impossível", sustentou Friedman, ex-engenheiro da Nasa. "A escala completa de um air bag com gás suficiente para cutucar uma pedra sólida de cinco quilômetros em torno do sistema solar a 160 mil quilômetros por hora está simplesmente além da minha compreensão".

"É claro que, a longo prazo, em questão de séculos, não sei que tipo de engenharia será possível", concluiu.

Outros pesquisadores receberam a idéia de Burchard com mais entusiasmo.

"A idéia básica faz sentido. Se um cometa ou asteróide foi localizado com antecedência suficiente, então um pequeno cutucão na direção correta mudará seu curso de modo que, ao se aproximar da Terra, passe sem colidir", comentou Dave Williams, da Nasa.

"Então, o air bag não é lá uma idéia tão maluca. É, definitivamente, plausível, embora tecnicamente intrigante, imagino", acrescentou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.