Investigação

Felipe dos Pneus pediu R$ 100 mil a empresário para pagar o pai, aponta relatório da PF

Informação consta em documento da investigação elaborado pela Polícia Federal e que tem trechos de conversas de prefeito interceptadas.

Ipolítica

- Atualizada em 06/05/2022 às 07h04
Felipe dos Pneus foi afastado de cargo
Felipe dos Pneus foi afastado de cargo (Divulgação)

SANTA INÊS - O prefeito da cidade de Santa Inês, Felipe dos Pneus, pediu R$ 100 mil a empresário para pagamento de uma dívida acumulada com o próprio pai, Antonio Barbosa de Carvalho.

É o que aponta relatório de investigação da Polícia Federal (PF) no bojo da Operação Free Rider, que resultou no afastamento do prefeito

De acordo com o documento sigiloso, obtido pela redação do Ipolítica, em conversa de whatsapp interceptada pela PF, Felipe dos Pneus sugere a Antonio Neto uma articulação junto a Antonio Rocha, proprietário da Droga Rocha [empresa com contrato junto ao município investigado pela polícia], o repasse da quantia para o pagamento de um dívida que ele acumulava com o próprio pai.

Leia também: Felipe dos Pneus se manifesta após afastamento de cargo

“Manda seu Rocha transferir R$ 100.000,00. Preciso pagar o pai”, destaca trecho do diálogo.

“Observe-se que o referido diálogo data de julho de 2021, enquanto o contrato investigado encontrava-se vigente e, consequentemente, havia o repasse de valores pela Prefeitura de Santa Inês, conforme os extratos bancários da conta pública presentes nos autos”, aponta o relatório policial.

Transferências

O prefeito afastado de Santa Inês também recebeu transferências, de acordo com a PF, de mais de R$ 700 mil em apenas três meses.

“No bojo do Relatório de análise do afastamento do sigilo bancário da conta da empresa AZMOM (ID 873859079 - cautelar), concluiu-se que o Prefeito Luis Felipe teria recebido 13 (treze) transferências distintas, no período de 03 (três) meses, por meio da AZMOM, totalizando o montante de R$ 761.200,00”.

“Em síntese, tem-se como resultado despontado na presente análise, que no período entre 01/08/2021 até 04/11/2021, somente através da conta bancária da AZMOM, o Prefeito Luis Felipe recebeu um total de 13 transferências bancárias distintas, totalizando o montante de R$ 761.200,00 que foram repassados, via emissão de cheques, para 4 pessoas distintas, destacando-se como beneficiários imediatos, a empresa do seu pai, A. B DE CARVALHO, a sua chefe de gabinete, Liliane Gatinho, o articular do esquema criminoso, Antonio Neto, e para o suposto laranja, Itamar Costa Marques, totalizando-se o montante de R$ 761.054,00, conforme demonstrado neste relatório”.

O prefeito segue fora do comando do município por força de decisão judicial e pode perder o mandato.

Relatório da PF contra Felipe dos Pneus

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.