Coronavírus

Argentina registra aumento recorde de novos casos de Covid-19

Nova fase de infecções pressiona sistema de saúde.

Nicolas Misculin / Reuters

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h03
A Argentina iniciou um isolamento rígido de nove dias no sábado (22) para manter o vírus sob controle.
A Argentina iniciou um isolamento rígido de nove dias no sábado (22) para manter o vírus sob controle. (Foto: Agustin Marcarian / Reuters)

MUNDO - A Argentina registrou número diário recorde de novos casos de covid-19 de 41.080 nessa quinta-feira (27), em meio a uma segunda onda de infecções que tornou o país um dos mais afetados do mundo, pressionando o sistema de saúde local.

A nação, de 45 milhões de habitantes registrou até agora um total de 3.663.215 casos e 76.135 mortes, segundo dados oficiais, tornando-se um dos países com mais mortes per capita junto com os vizinhos Uruguai, Paraguai e Brasil.

A Argentina iniciou um isolamento rígido de nove dias no sábado (22) para manter o vírus sob controle. Mas seu programa de vacinação tem sido mais lento do que o prometido pelo governo do presidente Alberto Fernández.

As medidas atuais de lockdown incluem a suspensão das aulas presenciais, o toque de recolher noturno e serviço de restaurante apenas para retirada no local.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.