Em Imperatriz

Homem é morto ao tentar defender mulher importunada sexualmente

O suspeito dos dois crimes, importunação e homicídio, conseguiu fugir mas foi capturado e agredido por populares.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 16/11/2022 às 18h08
Ele foi atingido quando tentava defender uma uma adolescente, que estaria sendo importunada sexualmente por um homem, no mesmo local.
Ele foi atingido quando tentava defender uma uma adolescente, que estaria sendo importunada sexualmente por um homem, no mesmo local. (Foto: Reprodução)

IMPERATRIZ - Givanildo Trajano Silva, de 40 anos, morreu nesta quarta-feira (16) no Hospital Municipal de Imperatriz após ser esfaqueado na noite de ontem (15), na Avenida Beira Rio. Ele foi atingido quando tentava defender uma uma adolescente, que estaria sendo importunada sexualmente por um homem, no mesmo local. 

Leia também:

Homem morre após cair do forro de igreja em Imperatriz

Duas pessoas morrem em grave acidente em avenida de Imperatriz

Segundo a polícia, a vítima morava no povoado Bela Vista, na outra margem do rio Tocantins, e veio à Avenida Beira Rio em Imperatriz comprar bebida quando foi atacada pelo suspeito, que também acabou esfaqueado Givanildo.

O homem foi identificado como José Pereira da Paz, de 45 anos. Ele tentou fugir após os dois crimes, mas foi alcançado e agredido por populares na Praça de Fátima, no Centro da cidade, até a chegada da Polícia Militar. O suspeito já tem três passagens pela polícia e já havia cumprido pena por homícidio.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.