Especialistas vão discutir sobre as drogas na região Tocantina

O Estado do Maranhão

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h23

Imperatriz - Especialistas no combate às drogas de seis estados do país vão se reunir durante uma semana em Imperatriz. Entre os dias 28 de fevereiro a 3 de março, eles vão participar da IV Conferência Nacional Crescendo com Qualidade, que será organizada pela Comunidade Missão Jovem (CMJ), uma organização não-governamental com sede no município que atua na recuperação de viciados em drogas na Região Tocantina.

O evento tem o apoio da Aliança das Comunidades Terapêuticas e Comunidades Evangélicas do Brasil (ACEB) com sede em Goiânia (GO).

O ponto alto da conferência será um debate sobre o quadro das drogas no Maranhão, em especial da Região Tocantina, que contará com a presença de várias autoridades regionais. Na programação também consta da avaliação pelas ongs do andamento dos processos de recuperação de viciados e ainda o crescimento do índice de dependentes químicos no país.

Os palestrantes, em sua maioria ligados a outras ongs, também vão sugerir, durante a mesa redonda, propostas concretas para o combate às drogas com maior eficácia no município. O preletor do evento será o pastor Makil, de Caldas Novas (GO), que vai discorrer sobre o tema Mecanismos para o crescimento com qualidade.

Estratégia - O pastor Josué Paulino Silva, de 38 anos, presidente da CMJ, explica que a cidade foi escolhida para sediar a conferência por está localizada estrategicamente num entroncamento que dá acesso para vários Estados e serve como rota para o tráfico nacional e até internacional de drogas.

“O fato de está localizada no entroncamento que dá acesso para muitos centros e possuir linha rodoviária, ferroviária, como é o caso da Ferrovia Norte Sul, fluvial e ainda aérea porque possui aeroporto, como é sabido de todos, fez a cidade se destacar nas drogas e essa é a nossa preocupação”, justifica o pastor.

Josué Paulino também alerta que a facilidade para a aquisição de drogas é uma característica marcante do município. Essa realidade será discutida exaustivamente pela diretoria da CMJ. Do encontro, Paulino disse que deverá extrair algumas ações a serem aplicadas neste ano.

“De antemão posso adiantar que nesse ano, nós da CMJ, vamos estruturar toda a parte física e profissional da instituição”, adianta.

A Comunidade Missão Jovem tem 15 anos de existência. Ligada a uma comunidade evangélica com o mesmo nome, a instituição conta atualmente com um centro de recuperação localizado no povoado Bananal, município de Governador Edison Lobão. Seu quadro profissional conta com uma psicóloga, um psiquiatra, pedagogos, entre outras dez pessoas, todas voluntárias, que integram o corpo administrativo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.