Entrevista

"Empresário não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou", diz Lula

Declaração do presidente da república gerou polêmica.

Ipolítica

Lula concedeu entrevista à GloboNews
Lula concedeu entrevista à GloboNews (Reprodução/GloboNews)

BRASÍLIA - Uma declaração do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante entrevista à Globo News, na quarta-feira (18), gerou muita polêmica e debates acalorados nas redes sociais.

À jornalista Natuza Nery, o petista, sob o pretexto de exaltar os trabalhadores, acabou diminuindo o valor dos empresários.

Segundo ele empresário “não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou, ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”. Para o petista, é preciso ter “contrapartida social”.

O presidente havia sido questionado sobre se considerava as responsabilidades social e fiscal antagônicas.

“Elas [a responsabilidade fiscal e a responsabilidade social] são antagônicas por causa da ganância, sabe, das pessoas mais ricas, ou seja, as pessoas não querem… o empresário não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou. Ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam. O que nós queremos é que apenas haja a contrapartida no social. Não interessa a gente ter uma sociedade de miseráveis. Nós queremos ter uma sociedade de classe média. Nós queremos que a pessoa tenha poder de consumo. Nós queremos que as pessoas possam viajar. Nós queremos que as pessoas possam comprar uma casa. Nós queremos que as pessoas possam comprar um carro. É o mínimo necessário que precisamos garantir para as pessoas. Que eles consumam aquilo que eles produzem. Agora, o que tem acontecido no Brasil? Se você pegar o relatório da economia, você vai ver que muita gente que era rica ficou muito mais rica, e o pobre ficou mais pobre”, declarou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.