Só agora?

Comissão de Orçamento vota prestação de contas do primeiro ano do governo Bolsonaro

Apreciação ocorrerá em sessão ordinária na tarde desta quarta-feira.

Ipolítica, com informações do Senado

Bolsonaro ficará no comando do Executivo até o dia 31 de dezembro
Bolsonaro ficará no comando do Executivo até o dia 31 de dezembro (Isac Nóbrega / PR)

BRASÍLIA - Senadores e deputados federais que integram a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional deve apreciar na tarde desta quarta-feira as contas do primeiro ano da gestão [2019] do presidente da República, Jair Bolsonaro.

O deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP) foi quem elaborou o relatório, opinando pela aprovação das contas, com ressalvas. 

A peça, de acordo com material institucional do Congresso, seria votada na votada na terça-feira (6), mas foi retirada de pauta após acordo entre os líderes partidários.

Leia também: Aprovada PEC que impede a extinção de tribunais de contas

A expectativa é de que a apreciação ocorra na CMO a partir das 14h. 

Além da prestação das contas do primeiro ano da gestão Jair Bolsonaro, os congressistas podem votar três projetos de lei do Congresso Nacional (PLNs), que abrem crédito para órgãos do Poder Executivo. 

PLN 21/2022 — que prevê R$ 13,8 milhões para os ministérios da Infraestrutura; e da Cidadania; PLN 40/2022 — que libera R$ 231,7 milhões para a pasta da Justiça e Segurança Pública; e o PLN 42/2022 — que destina R$ 8,7 milhões para os ministérios da Educação; da Justiça e Segurança Pública; da Infraestrutura.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.