Barbárie

Maranhense é morta e corpo ocultado pela neta em Teresina, no Piauí

A vítima nasceu em Codó e foi encontrada morta dentro de uma caixa de presente no residencial Conviver, na capital piauiense.

Imirante.com

- Atualizada em 19/10/2022 às 17h20
O corpo da idosa encontrado dentro de uma caixa de presente em Teresina, no Piauí.
O corpo da idosa encontrado dentro de uma caixa de presente em Teresina, no Piauí. (Foto: Divulgação)

BRASIL -  A maranhense da cidade de Codó, Maria Antônia de Sousa, de 62 anos, segundo a Polícia Civil do Piauí, foi assassinada pela própria neta, que é uma adolescente. O corpo da vítima foi encontrado dentro de uma caixa de presente, no dia 9 de fevereiro do ano passado, no residencial Conviver, na capital piauiense.

Leia também: 

Preso no Piauí suspeito de matar a ex-companheira no Maranhão

Terceiro suspeito de matar advogado no Piauí é preso em Timon

O caso é investigado pelo Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Piauí. Ainda de acordo com a polícia, na terça-feira (18), por determinação judicial foi apreendida a adolescente e preso o namorado dela, que é maior de idade, suspeitos da morte da idosa.

A vítima vivia há um ano em Teresina, no Piauí, na companhia dessa adolescente, mas, tinha outros familiares que residiam no Maranhão. No dia 9 de fevereiro do ano passado, o corpo da idosa foi encontrado por populares dentro de uma caixa de presente.

No decorrer da investigação, a polícia piauiense constatou que essa caixa de presente pertencia a idosa e, após o trabalho pericial, ficou comprovado que o sangue encontrado no colchão da casa da vítima era de Maria Antônia. 

A polícia informou que a idosa teria sido morta dentro do quarto de sua residência e o corpo ocultado pelos suspeitos. Também outras provas testemunhais e materiais acabaram levando a polícia a solicitar ao Poder Judiciário a apreensão da adolescente e a prisão do namorado dela.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.