Ação criminosa

Maranhense é vítima de latrocínio no Estado do Pará

A vítima estava fazendo cobrança quando foi atacada por bandidos e baleada na cabeça.

imirante.com

- Atualizada em 07/07/2022 às 18h33
O maranhense levou um tiro na cabeça por criminosos, no Pará.
O maranhense levou um tiro na cabeça por criminosos, no Pará. (Divulgação)

BRASIL - O maranhense, de Olho d’Água das Cunhãs, identificado como Antônio Silva Gomes, também conhecido como Galego, de 45 anos, foi vítima de um latrocínio (roubo com resultado morte), na tarde desta quinta-feira (7), no povoado Quatro Bocas, zona rural da cidade de Tomé-Açu, no Estado do Pará.

Leia também em: 

Maranhense é vítima de feminicídio no Rio Grande do Sul

Sete suspeitos do desaparecimento de maranhense no MT são capturados pela polícia mato-grossense

De acordo com a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), o maranhense estava fazendo cobrança quando foi atacado pelos criminosos. A vítima, além de ter o dinheiro levado pelos bandidos, ainda foi alvejado na cabeça e morreu no hospital da cidade.

O corpo de Antônio Silva deve ser trazido para o Maranhão ainda no decorrer desta semana. O sepultamento vai ser realizado em Olho d’Água das Cunhãs, e o caso é investigado pela polícia paraense.

Outros maranhenses mortos

Em quatro anos, dois maranhenses de Olho d’Água das Cunhãs já foram mortos no Pará. Segundo a polícia, no dia 1º de dezembro de 2018, o maranhense Carlos Rômulo Lopes Cardoso, de 48 anos, foi morto a tiros quando trabalhava como vendedor, na cidade paraense de Igarapé-Miri.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.