Vai regulamentar

Congresso promulga nesta quinta-feira o piso de agentes comunitários de saúde

Mais de 400 mil agentes de saúde atuam em todo o Brasil; Orçamento prevê uso de R$ 800 milhões para pagamento do piso.

Agência Câmara de Notícias

Agentes de saúde atuam em todo o território nacional
Agentes de saúde atuam em todo o território nacional (Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília)

BRASÍLIA - O Congresso Nacional reúne-se nesta quinta-feira (5), às 16 horas, no Plenário da Câmara dos Deputados, para promulgar a Emenda Constitucional 120, que prevê um piso salarial nacional de dois salários mínimos (R$ 2.424,00 em 2022) para os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias a ser bancado pela União.

A nova emenda teve origem na Proposta de Emenda à Constituição (PEC 22/11), cujo primeiro signatário é o deputado Valtenir Pereira (MDB-MT).

O orçamento de 2022 prevê o uso de R$ 800 milhões para o pagamento do piso das categorias deste ano, que passou de R$ 1.550 (2021) para R$ 1.750. Existem cerca de 400 mil agentes no Brasil.

Leia também: Bancada maranhense comemora aprovação do piso nacional da Enfermagem

O texto, aprovado pela Câmara em março, garante ainda adicional de insalubridade e aposentadoria especial devido aos riscos inerentes às funções desempenhadas. De acordo com a proposta, os estados, o Distrito Federal e os municípios deverão estabelecer outras vantagens, incentivos, auxílios, gratificações e indenizações a fim de valorizar o trabalho desses profissionais.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.