Saúde do presidente

Médicos descartam nova cirurgia no presidente Bolsonaro

Ele foi examinado no início da manhã desta terça-feira, 4, e médicos avaliaram que o presidente não precisa de nova cirurgia, no entanto, ainda não deram previsão de alta.

Imirante com informações de G1

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h42
Nas redes sociais foram publicadas fotos da avaliação médica de Bolsonaro assim como ele passeando pelo hospital
Nas redes sociais foram publicadas fotos da avaliação médica de Bolsonaro assim como ele passeando pelo hospital (Reprodução/redes sociais)

BRASIL - Os médicos do presidente Jair Bolsonaro (PL) descartaram a necessidade dele passar por uma nova cirurgia. Segundo boletim médico divulgado na manhã desta terça-feira, 4, pelo Hospital Nova Star, a obstrução no intestino se desfez. Ainda não há previsão de alta.

"O Hospital Vila Nova Star informa que o quadro de suboclusão intestinal do Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, se desfez, não havendo indicação cirúrgica. A evolução do paciente clínica e laboratorialmente segue satisfatória e será iniciada hoje uma dieta líquida. Ainda não há previsão de alta".

Imagens postadas nas redes sociais de Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, mostram o presidente sendo avaliado pela equipe médica e caminhando pelo hospital.

Bolsonaro foi avaliado na manhã desta terça-feira pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, que chegou ao hospital por volta das 6h10. Ele foi quem operou o presidente após a facada em setembro de 2018 e acompanha a evolução do caso desde então. O especialista estava nas Bahamas e aguardava um avião para voltar ao Brasil.

Jair Bolsonaro tem melhora clínica após passagem de sonda, diz boletim médico

Bolsonaro faz exames em hospital em São Paulo

De férias

Bolsonaro estava em férias em Santa Catarina e foi levado para São Paulo na madrugada de segunda-feira, 3, com suspeita de nova obstrução intestinal.

A passagem do presidente no Litoral de Santa Catarina foi marcada por passeios de motocicleta, de moto aquática, corte de cabelo, jogo na Mega da Virada, jantar em pizzaria e até uma visita a um parque onde se apresentou como piloto após show temático.

A rotina de férias rendeu críticas ao presidente por ele não ter interrompido o recesso para acompanhar a situação da Bahia, atingida por fortes chuvas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.