Rio: Demolição de prédio que ameaça cair deve durar 10 dias

Jornal O Globo

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

RIO - Começou às 7h a demolição do prédio da Rua do Rosário, 57, no Centro, cuja a estrutura foi abalada após a queda do prédio vizinho, há 12 dias. Operários da Secretaria municipal de Obras se revezam no alto do prédio, demolindo manualmente a estrutura com marretas. A Rua Primeiro de Março está interditada e há muitos pedestres e curiosos parando para ver a demolição, que deve durar dez dias.

Desde o início da manhã, o trânsito apresenta retenções nas avenidas Presidente Antônio Carlos e Beira-Mar e no Elevado da Perimetral. Os motoristas que pretendiam seguir pela Primeiro de Março devem utilizar a Rua da Assembléia.

O prédio que está sendo demolido teve a estrutura comprometida após o desabamento do prédio 55, no dia 25 do mês passado. Os trabalhos haviam sido adiados para não causarem transtornos no trânsito ontem, durante a eleição.

Para demolir o prédio, foi necessário interditar parcial e temporariamente a Rua Primeiro de Março. O serviço será supervisionado pela equipe da Coordenadoria Geral de Conservação da Secretaria.

A Rua Primeiro de Março ficará fechada ao tráfego no trecho entre a Rua da Assembléia e a Avenida Presidente Vargas, das 7h às 16h30m. A CET-Rio montou um esquema para evitar engarrafamentos.

Vinte homens do Departamento de Operações Especiais ficarão encarregados da demolição. Para levá-los até o alto do prédio, será usado um guindaste equipado com uma lança de 46 metros e uma caçamba. Deverão ser retiradas cerca de 600 toneladas de entulho.

Segundo a CET-Rio, quem precisar sair da Zona Sul, passando pelo Aterro do Flamengo, deve optar pela Avenida Perimetral para chegar à Presidente Vargas. Quem vai pegar a Praia do Flamengo, deve optar pela Avenida Mem de Sá passando pela Rua de Santana para chegar à Presidente Vargas.

Quem seguir para a Zona Norte deverá pegar as avenidas General Justo e Perimetral para chegar à Presidente Vargas. As outras opções são o mergulhão da Praça Quinze ou as avenidas Nilo Peçanha e Chile, acessando pelas ruas do Lavradio e do Senado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.