Pergentino Holanda

Tudo pronto para o BBQ Country Show no Blue Tree

E mais: Júlia Carvalho participa do evento na Estação de Salmão Pranchado e Mirella Castelo Branco e Ana Sousa na concentração para receber o Quinteto S.A.
PH19/11/2021 às 11h44
Júlia Carvalho é presença confirmada no BQQ Country Show, comandando a Estação de Salmão Pranchado

É amanhã o BBQ Country Show

Tudo pronto para a realização, neste sábado, do BBQ Country Show, o maior Festival Temático de Churrasco do Brasil, que acontece a partir das 16h, no Blue Tree Hotel São Luís.

Apaixonada por carnes e churrasco, Júlia Carvalho se especializou em seus diferentes tipos de preparo, como: parrilla, fogo de chão e defumação. E é a única mulher integrante da equipe internacional de competição da Pitmaster Brasil e juíza de BBQ Internacional, pela KCBS.

No BQQ Country Show, Júlia comandará a Estação de Salmão Pranchado no Fogo de Chão.

Em São Luís será o começo do show

São Luís será o ponto de partida da turnê do BBQ Country Show, um evento com DNA americano, mas com alma brasileira, que nasce com a proposta de se tornar o maior festival temático de churrasco do País.

Idealizado pelos empresários Alípio Moraes e Emmanuel Márcio Barbosa (criadores do Wine Celebration, o maior evento de vinhos do Norte e Nordeste, realizado em 2019, também em São Luís), da AMZ Company, sediada em São Paulo, o BBQ Country Show percorrerá sete capitais a fim de celebrar a cultura do churrasco, aliando boa gastronomia, serviço de excelência, segurança e música de qualidade.

Serão montadas 10 estações de churrasco, parrillas e pit smokers, em locais estratégicos do ambiente, bem como diversos pontos de distribuição de bebidas, a fim de oferecer ao público comodidade e fartura de forma ordeira.

Por se tratar de uma experiência sensorial com forte apelo familiar, a criançada terá à sua disposição um espaço kids devidamente monitorado, repleto de brinquedos coletivos e recreação lúdica.

Ronnie Von com o filho Leo Von, que será a grande atração musical do fim da tarde deste sábado nos jardins do Hotel Blue Tree Towers São Luís

A atração musical é Leo Von

O BBQ Country Show será embalado por clássicos do rock'n roll, pop, sertanejo e música country, sendo este último ritmo comandado por um dos mais talentosos músicos de sua geração, Leo Von, filho do multiartista Ronnie Von, que desembarcou recentemente no Brasil para uma turnê memorável com sua banda, após uma longa temporada pelos palcos de Las Vegas, Los Angeles e Orlando, onde sagrou-se uma das mais promissoras revelações da música country dos últimos tempos.

Esta coluna estava certa

Que me desculpem os menos informados, mas foi deste Repórter PH a primeira – e talvez única – voz que se levantou, no calor da emoção e da revolta dos donos de faculdades, alertando que eram inconstitucionais as decisões judiciais concedendo desconto linear compulsório nas mensalidades das universidades privadas durante a pandemia da covid-19.

Confirmando que esta coluna estava na direção certa, esse é agora, oficialmente, o entendimento do Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), que nesta semana concluiu o julgamento das Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPFs) 706 e 713, ajuizadas pelo Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub) e pela Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup), respectivamente.

Após decisão tomada por maioria dos ministros, o colegiado afastou as interpretações judiciais que concedem os descontos com fundamento apenas na eclosão da pandemia e no efeito da transposição de aulas presenciais para ambientes virtuais, sem considerar as peculiaridades dos efeitos da crise pandêmica em ambas as partes contratuais envolvidas.

Vale destacar, ainda, que no Maranhão, o ex-deputado César Bandeira, diretor geral da FACAM, foi a primeira – e talvez a única voz – dos donos de faculdades prejudicadas a se posicionar alertando para a inconstitucionalidade da lei aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador do Estado.

Eclipse lunar

Para aqueles que gostam de observar o céu, novembro tem sido um mês e tanto.

Os maranhenses que hoje acordaram mais cedo puderam conferir na madrugada um dos eventos astronômicos que mais chamam a atenção: um eclipse lunar.

O fenômeno teve duração de três horas e 28 minutos, sendo o eclipse parcial mais longo em 580 anos.

O eclipse parcial começou por volta das 4h19min de Brasília e o auge ocorreu às 5h57min.

Fenômeno parcial

De acordo com o professor Carlos Fernando Jung, diretor-científico da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon) e proprietário do Observatório Espacial Heller & Jung, de Taquara, o fenômeno é considerado parcial, pois atingiu a cobertura da Lua em 97%.

Segundo o cientista, existem vários tipos de eclipses lunares. Eclipse total acontece quando toda a Lua é encoberta pela sombra da Terra.

Para que ocorra o eclipse total é necessário que a Lua esteja completamente posicionada na região da umbra.

Fenômeno parcial... 2

A região mais clara da Lua é chamada de “penumbra”, e a parte mais escura é chamada de “umbra”, parte que não recebe praticamente nenhuma luz.

Eclipse parcial ocorre quando apenas uma parte da Lua é encoberta pela sombra.

Em tempo: os eclipses lunares ocorrem quando a Lua, o Sol e a Terra se alinham, fazendo com que ocorra um bloqueio dos raios solares a superfície da Lua.

O fenômeno acontece somente com a Lua Cheia.

Mirella Castelo Branco e Ana Sousa Motta comandam o projeto Salve Simpatia

Mirella Castelo Branco e Ana Sousa Motta estão prontas para receber, neste domingo, no Casarão Colonial, o grupo catarinense Quinteto S.A., que desembarca em São Luís, pela primeira vez, a convite do projeto Salve Simpatia, que as duas assinam. O show inédito está atraindo a ala adulta com espírito jovem para aquele endereço dançante incrustado no Centro Histórico de São Luís. Animadas, simpáticas e alto astral, Mirella e Ana estão dando um show como hostesses do Casarão.

50 anos de Biduca

O presidente do Bloco Vinagreira Show, Ronaldo Rabelo da Silva, o Mestre Biduca, celebra neste sábado – data que coincide com o dia Nacional da Consciência Negra –, o seu cinquentenário como músico, compositor e dirigente de bloco tradicional.

Com uma vida inteira dedicada ao desenvolvimento, produção e valorização dos blocos tradicionais e do carnaval do Maranhão, Mestre Biduca celebra a data durante o 13º Encontro de Cantores de Blocos Tradicionais.

O evento começa às 19h, na Travessa do Dirceu, em frente ao antigo Centro de Artes Japiaçu, no Diamante.

Nesses 50 anos de trabalho, arte e diversão, Mestre Biduca esteve 19 anos integrando o Bloco ‘Os Tremendões’; passou um ano no Bloco ‘Os Versáteis’ e há 30 anos integra o Bloco Tradicional ‘Vinagreira Show’, sendo o atual presidente da agremiação carnavalesca.

Árvore da vida

Uma iniciativa que poderia muito bem servir de exemplo para vários municípios do Maranhão, vem do munícipio de Garibaldi, na serra gaúcha.

O objetivo é plantar um pé de ipê (no Maranhão é mais conhecido por pau d´arco) para cada recém-nascido habitante da cidade.

Além de arborizar os espaços públicos, a cidade pretende fortalecer seu vínculo com as famílias, ampliando áreas de lazer e convivência.

O mito da neutralidade

Para você, o MST promove ocupações ou invasões? O que ocorreu em 1964 foi golpe ou revolução? Se você fosse responsável por elaborar uma prova do Enem sobre esses temas, que termo usaria? Você faria questões sobre esses temas no Enem?

Escolhas, sempre ideológicas. Até a neutralidade é uma posição política.

Acompanho o debate sobre a prova do Enem com profundo interesse e com a certeza de que o equilíbrio e a isenção precisam sempre ser buscados, mesmo que os atingir na plenitude seja impossível. Basicamente, com transparência e honestidade intelectual.

Uma coisa é querer medir o que o aluno sabe. Outra, é que ele saiba apenas o que a minha visão de mundo considera importante.

Tudo igual: injúria racial e racismo

Em boa hora o Senado aprovou projeto para enquadrar a injúria racial como crime de racismo. A proposta adequa a legislação a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e aumenta a pena para casos de discriminação racial no país.

O projeto, além de alterar a Lei de Crimes Raciais, pune com reclusão de dois a cinco anos e multa o ato de injuriar alguém em razão de raça, cor, etnia ou procedência nacional.

Hoje, essa lei prevê punição de um a três anos para crimes de discriminação ou preconceito de raça, mas não fala em injúria. O Código Penal, por sua vez, pune o crime de injúria racial, mas com uma pena menor, também de um a três anos.

O crime de racismo é inafiançável e não prescreve pela Constituição. Defensores da alteração argumentam que equiparar a injúria ao racismo elimina a possibilidade de um criminoso ficar sem punição por conta do pagamento de fiança ou da demora para ser julgado.

DE RELANCE

Globo Repórter na Mirante

Quase 4 mil quilômetros foram percorridos pela equipe do Globo Repórter para o programa que vai ao ar hoje, após Um Lugar ao Sol.

Com a intenção de conhecer de perto os tesouros culturais do sul dos Estados Unidos, o jornalístico fez um passeio ao redor do Rio Mississippi sob comando da repórter Sandra Coutinho, que faz sua estreia no programa exibido semanalmente pela TV Mirante.

Parte da viagem foi feita em uma réplica dos navios a vapor que desbravaram o rio, considerado o segundo maior do país norte- americano.

Globo Repórter na área musical

Sandra Coutinho antecipa: “O maior tesouro da região é a força que vem da luta pela liberdade dos ex-escravizados. Dessa potência nasceram o jazz, o blues e o rock e os sabores que misturam o tempero da África aos pratos americanos”.

O tour pela região apresenta destaques da área musical. Em Nashville, no Tennessee, a repórter entra no clima e veste o figurino típico da região, conhecida pela música country. Em Tupelo, no Mississippi, a equipe visita a modesta casa onde Elvis Presley nasceu e, em Memphis, no Tennessee, a mansão onde ele viveu até o fim da vida, cheia de curiosidades e objetos pessoais do eterno rei do rock.

Globo Repórter na Gastronomia

A culinária local é outro viés explorado pelo Globo Repórter. A viagem começa em Kansas City, onde há mais de 40 anos é realizado o maior churrasco do mundo, que reúne mais de 50 mil pessoas anualmente.

Já em Memphis, o programa visita uma destilaria e mostra o uísque Bourbon, com 62% de teor alcoólico. Um restaurante que serviu os heróis do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos e cuja fundadora, Leah Chase, inspirou a primeira princesa negra dos desenhos animados é outro espaço apresentado por Sandra, em Nova Orleans, na Louisiana.

Por fim, haverá tempo ainda para conhecer os beignets, espécies de bolinhos de chuva, todos cobertos com açúcar de confeiteiro, uma tradição local.

Feriado de Santa Dulce

Devoto de Santa Dulce dos Pobres, que enquanto viva foi sua grande amiga e tinha linha direta de comunicação com ele, o ex-presidente José Sarney está acompanhando com especial interesse a tramitação no Congresso Nacional do projeto de lei que que cria o feriado nacional de Santa Dulce dos Pobres, a ser celebrado anualmente em 13 de março, dia da sua morte. Na última quinta-feira, a Comissão de Educação do Senado aprovou o projeto do senador Angelo Coronel (PSD-BA) que cria o feriado nacional de Santa Dulce dos Pobres. A Irmã Dulce, como é conhecida, foi canonizada em 2019 pelo Papa Francisco, tornando-se a primeira santa brasileira da Igreja Católica. A proposta agora segue para análise na Câmara dos Deputados.

Moro é inviável

Faço coro com os comentaristas políticos que veem como inviável as chances de vitória de Sergio Moro na eleição presidencial de 2022. Se ele fizer uma campanha correta, poderá ser percebido como o verdadeiro candidato antissistema. É odiado pelos partidos, botou políticos de várias siglas na cadeia, tem fortes resistências no STF e é abominado pelos bolsonaristas. Mas é justamente por isso que não conseguiria governar. Se saisse vitorioso das urnas, a primeira coisa que precisaria fazer seria negociar com o Congresso, onde seus amigos podem ser contados nos dedos de duas mãos. Lula caiu no pântano dos 300 picaretas, que viraram 300 aliados. Bolsonaro repete a receita, entregando os anéis e os dedos para o centrão. A opção de governabilidade para Moro presidente não seria enfrentar o sistema, como fez na Lava-Jato, mas sim explodi-lo.

Para escrever na pedra:

“A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo”. De Fernando Pessoa, grande poeta português.

TRIVIAL VARIADO

Nos dias 26 e 27 de novembro, a artista plástica especial Marina Gondim entra na onda do Black Friday, em sua galeria de arte no Edifício Monumental, no Renascença, promovendo ofertas de suas obras por preços verdadeiramente incríveis.

A Legião da Boa Vontade (LBV) promove sua tradicional campanha de Natal para arrecadar alimentos. A meta é montar 50 mil cestas que serão entregues para famílias em vulnerabilidade social atendidas pela instituição e entidades parceiras em 226 cidades do Brasil.

Vale anotar que as doações podem ser feitas via Pix: pix@lbv.org.br ou acessando o site da Instituição: www.lbv.org.br.

A visita de João Doria ao Rio Grande do Sul foi marcada pela cordialidade e pela hospitalidade do anfitrião, o governador Eduardo Leite. O tom conciliador do encontro, entre os dois nomes mais importantes das prévias que definirão o candidato do PSDB à Presidência, foi um sinal positivo em meio a tanta radicalização.

Tome nota: além da inflação de dois dígitos e da alta do dólar, que já têm encarecido itens e encolhido o poder de compra dos brasileiros, outros fatores estruturais podem entrar na conta e elevar ainda mais os preços dos produtos neste fim de ano.

Em tempo: questões de logística, como a falta de contêineres para trazer itens do Exterior, e a falta de microchips para a fabricação de eletrônicos podem tornar o Natal mais caro.

Expoente da dramaturgia mexicana na televisão brasileira, A Usurpadora é lembrada até hoje pelos confrontos das irmãs gêmeas Paulina Martins e Paula Bracho, ambas vividas por Gabriela Spanic. Sucesso na década de 1990, a novela teve seus 102 capítulos relançados nesta terça- feira pelo Globoplay.

Comprado pelo interior do Nordeste afora até por R$ 10 e vendido, carne e couro, para os chineses por R$ 3 mil em média, o jumento, o nosso jegue, corre sério risco de extinção por deliberada ação que vira extermínio.

Imagine você que entre 2010 e 2014 foram abatidos pouco mais de mil jumentos na região. Já entre 2015 e 2019, foram 91.145, um crescimento de mais de oito mil por cento. Lógico que desse jeito o extermínio está muito mais próximo do que se pode imaginar.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.