Turismo

São Luís registra taxa de ocupação hoteleira acima de 80% no início de 2021

Dados são de uma pesquisa realizada pela Prefeitura de São Luís, em parceria com o Observatório do Turismo da cidade de São Luís
Divulgação / Setur12/01/2021 às 11h00
São Luís registra taxa de ocupação hoteleira acima de 80% no início de 2021Orla da capital maranhense. (Foto: Ana Paula Photos)

SÃO LUÍS - A rede hoteleira de São Luís iniciou o ano de 2021 em alta: a taxa de ocupação durante a virada do ano atingiu 83% durante o período de 30 de dezembro do ano passado ao dia 2 de janeiro deste ano. Os dados são de uma pesquisa realizada pela Prefeitura de São Luís, via Secretaria Municipal de Turismo (Setur) em parceria com o Observatório do Turismo da cidade de São Luís, vinculado à Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Participaram dos estudos os estabelecimentos cadastrados no Sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas (Cadastur), o que reflete o potencial da capital maranhense em relação ao setor turístico.

“Nós vamos fazer o trabalho de divulgação do destino São Luís para receber cada vez mais visitantes. Um trabalho que requer de nós habilidade, principalmente por conta da pandemia. Contudo, seguiremos com todos os protocolos sanitários instituídos, da maneira mais receptiva possível”, explicou o secretário de Turismo de São Luís, Saulo Santos.

Na orla de São Luís, a taxa de ocupação também superou os 80%, apontando a preferência do turista pela área litorânea.

O Maranhão possui o segundo maior litoral do Brasil, com 640 km de extensão, o que compreende a capital do Estado. Por ser uma ilha, a população e os visitantes aproveitam as praias devido à estrutura de bares, restaurantes, hotéis e prática de esportes como o kitesurf.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.