Lançamento

Banda maranhense Antídotos Sociológicos lança primeiro disco

"Fenda dos Desesperados", álbum de estreia do grupo, está disponível em todas as plataformas digitais.
Na Mira, com informações da assessoria15/11/2019 às 15h25
Banda maranhense Antídotos Sociológicos lança primeiro discoCom influências que vão de Zeca Baleiro a Jimi Hendrix, passando por Bob Marley e Elza Soares, a banda Antídotos Sociológicos conseguiu construir um som particularíssimo, que não se prende a rótulos. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - A banda maranhense Antídotos Sociológicos (Sérgio Muniz, Leandro Costa e Tonny Araújo), fundada em 2018, acaba de lançar seu disco de estreia: “Fenda dos Desesperados”, que já está disponível em todas as plataformas digitais. Gravado no Km4 Produções, com codireção do produtor musical Ruan Cruz, o disco aborda temas como o racismo, as injustas sociais e a política nacional ao longo das suas nove faixas – que são todas autorais.

Com influências que vão de Zeca Baleiro a Jimi Hendrix, passando por Bob Marley e Elza Soares, a banda Antídotos Sociológicos conseguiu construir um som particularíssimo, que não se prende a rótulos.

“A Antídotos é uma banda multi-rítmica que busca dialogar com diferentes vertentes musicais”, define o vocalista Sérgio Muniz, que também é antropólogo e doutorando em ciências sociais. “E ela [a banda] surge como uma tentativa de expressar, com musicalidades flutuantes, e poesias poderosamente críticas, questões sociais que estruturam a realidade brasileira em sua diversidade de cores e lutas”.

Participações de artistas locais

O disco contou com a participação de outros artistas maranhenses, como Vinaa (“Ele Não”), Regiane Araújo (“Confetes e Derrotas”), Débora Melo (“Samba Torto/Negra Consciência”), Emmanuele Paz (“Cúmplice-Algoz”) e Milla Camões (“Negra Consciência”). Além dos parceiros de sempre Adriano Santos (baixo) e Mestre Bigorna (trompete).

“Como a proposta do álbum foi mesclar diferentes poéticas e plásticas musicais, nada mais interessante e importante do que juntar nossas vozes e discursos a outros maranhenses que também fazem da arte sua política”, explica o guitarrista Leandro Costa, que além de sociólogo também é doutorando em ciências sociais.

“Fizemos questão de democratizar o acesso à nossa música. Então, além das plataformas digitais pagas (como Spotify), disponibilizamos a íntegra do álbum no YouTube. Assim, mais pessoas podem ouvir”, ressalta o baterista Tonny Araújo, que também é historiador com mestrado em cultura e sociedade.

Apesar da ainda curta trajetória, a banda Antídotos Sociológicos já deu provas de algo importante: ela tem algo a dizer, e o faz de uma maneira bem particular, tratando de temas importantes sem nunca deixar de entreter o ouvinte com seu ritmo e gingado próprios.

Ouça o álbum:

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.